header top bar

section content

Concursados de Cajazeiras farão protesto amanhã

O afastamento dos concursados da Prefeitura de Cajazeiras ainda terá muitos capítulos. Após a decisão do Juiz da 4ª Vara, Dr. Edivan Rodrigues em reintegrar todos os funcionários as suas devidas repartições, o prefeito ainda não foi notificado da decisão por se encontrar na capital João Pessoa, mais mesmo antes de ser notificado, já acinou […]

Por

20/01/2009 às 19h07

O afastamento dos concursados da Prefeitura de Cajazeiras ainda terá muitos capítulos. Após a decisão do Juiz da 4ª Vara, Dr. Edivan Rodrigues em reintegrar todos os funcionários as suas devidas repartições, o prefeito ainda não foi notificado da decisão por se encontrar na capital João Pessoa, mais mesmo antes de ser notificado, já acinou a sua assessoria juridica e preperaou uma ação cautelar e dará entrada no Tribunal de Justiça para manter a suspensão dos concursados.

Em virtude desta decisão e do não pagamento dos meses de novembro e dezembro de 2008, aos concursados que trabalharam na saúde e como os recursos já estão disponiveis nos cofres da prefeitura desde o 31 de dezembro, segundo fontes do www.datasus.gov.br, os profissionais de saúde estarão promovendo nesta quarta-feira(21), às 9h00, uma manifestação pública em frente ao prédio da Prefeitura Municipal, como forma de protestar da decisão da atual gestão de afasta-los e também pressionar o chefe do executivo municipal cajazeirense, a tomar uma decisão quanto ao repasse do pagamento, já que os contra cheques estão prontos esperando apenas a autorização para a entrega.

Mais um capítulo 

O Tribunal de Justiça na manhã da última segunda-feira(19), através do Desembargador José Di Lourenzo Serpa, proferiu despacho ao Juiz da 4ª Vara, Dr. Edivan Rodrigues, atendendo uma ação impetrada pelo vereador Severino Dantas (PT), solicitando a nulidade do concurso, que segundo o vereador, demostra ter tido vicíos e varias irregularidades, para que o Magistradro refassa a decisão e profira um novo parecer de forma mais esclarecedora para que o TJ possa se pronunciar sobre o referido concurso. 

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diario do Sertão

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula