header top bar

section content

300 toneladas de lixo já foram retiradas de CZ

Até agora já foram retiradas cerca de 300 toneladas de lixo doméstico e entulhos da cidade de Cajazeiras. Esse é o resultado momentâneo divulgado pela Operação Cidade Limpa, da Secretaria de Infra-estrutura da Prefeitura Municipal. A operação está nas ruas desde o segundo dia do governo Léo Abreu e já é possível notar a grande […]

Por

14/01/2009 às 17h34

Até agora já foram retiradas cerca de 300 toneladas de lixo doméstico e entulhos da cidade de Cajazeiras. Esse é o resultado momentâneo divulgado pela Operação Cidade Limpa, da Secretaria de Infra-estrutura da Prefeitura Municipal.

A operação está nas ruas desde o segundo dia do governo Léo Abreu e já é possível notar a grande diferença da Cajazeiras de hoje para a Cajazeiras de três semanas atrás, quando a greve geral dos garis da prefeitura, motivada pela falta de pagamento nos últimos três meses da gestão do ex-prefeito Carlos Antonio, transformou em caos a situação da limpeza pública da cidade.

Porém, o principal problema enfrentado pela Secretaria de Infra-estrutura do município ainda é conscientizar a população para não jogar lixo e entulho em terrenos baldios, nem deixá-los expostos nas calçadas em dias que não há recolhimento de lixo.

A secretaria pede que a população procure tomar conhecimento dos dias de coleta normal de lixo da cidade, para que o lixo seja colocado nas calçadas somente nos dias em que o carro coletor passar. A ação evita, por exemplo, que animais rasguem os sacos e espalhem o lixo pelas ruas.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula