header top bar

section content

Na Globo: Ator natural do Sertão tem participação marcante na teledramaturgia de ‘Velho Chico’ Veja!

A experiência na novela também permitiu a Fernando conviver com grandes referências da teledramaturgia – nos bastidores e diante das câmeras.

Por Luzia de Sousa

07/04/2016 às 10h11 • atualizado em 07/04/2016 às 10h12

Ator da cidade de Conceição em Velho Chico

Em (14) de março a Rede Globo estreou a novela o Velho Chico, apresentando no elenco vários atores que estreavam em telenovelas. Um deles é Fernando Teixeira, natural de Conceição, Sertão do Estado que dá vida ao coronel Floriano. Aos 73 anos, ele carrega na bagagem um vasto histórico pelo teatro e pelo cinema. Mesmo com a experiência de artista veterano, ele contou que foi marcante se assistir na televisão. “Fiquei totalmente emocionado com a novela”, revelou.

Apesar de a estreia de Fernando na teledramaturgia só ter acontecido agora, a trajetória dele com o universo teatral não é recente. Em 1961, o conceiçoense se mudou para São Paulo, para estudar música. Por lá, decidiu alterar os planos e focou num curso de teatro. “Desde então, não parei mais. Já montei 43 espetáculos, mas atuei em poucos. Não me gostava muito como ator”, disse.

O interesse pela interpretação só veio, de fato, em 2001, quando recebeu o convite para integrar o elenco do filme “Por trinta dinheiros”, de Vânia Perazzo. “Foi o cinema que me provocou. Entre curtas e longas, já participei de 39 trabalhos”, explicou. Mesmo com a experiência nas produções para a telona, o ator contou que o trabalho na TV tem muitas diferenças. “As duas linguagens se parecem muito, mas na TV as coisas funcionam de maneira mais rápida. É tudo muito ágil, interferindo no ritmo do trabalho e nos detalhes da interpretação”.

A experiência na novela também permitiu a Fernando conviver com grandes referências da teledramaturgia – nos bastidores e diante das câmeras. Um deles é o diretor artístico de Velho Chico, Luiz Fernando Carvalho. “Trabalhar com ele foi fora do normal. É um cara muito ligado a estética da imagem, ao aprofundamento, ele é muito estudioso. E poder contracenar com nomes como Tarcísio Meira é um grande privilégio. Tarcísio é um mito. Ele é alegre, amigo, uma figura interessantíssima”, destacou.

DIÁRIO DO SERTÃO  com ConceicaoVerdade

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!