header top bar

section content

Morrem as vítimas internadas após explosão de botijão de gás em prédio de sousense

De acordo com a unidade de saúde, a dona da casa de 29 anos, que teve 70% do corpo queimado morreu no domingo (17), depois de sete dias internadas na UTI do setor de queimados do Trauma-CG

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

18/07/2016 às 15h05

Parte da estrutura da casa ficou destruída e duas pessoas foram levadas para o hospital (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Morreu as duas pessoas gravemente feridas na explosão de um botijão de gás no prédio do sousense Antenor Garrido, na cidade de Campina Grande, agreste do estado. A confirmação das mortes veio através do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande na manhã desta segunda-feira (18).

A inquilina do sousense, de 29 anos e um homem de 36 anos que foi chamado pela vítima para tentar  conter o vazamento, foram atingidos pela explosão e tiveram 70% do corpo queimados. Eles estavam internadas deste o fatídico.

Veja também!

Duas pessoas ficaram feridas em explosão de botijão de gás; sousense dono do prédio afirma que viveu momentos de terror

O proprietário do prédio, Antenor Garrido, que é natural da cidade de Sousa, falou dos momentos de terror que viveu durante a explosão. “Eu e meu filho pegamos um extintor e tentamos apagar o fogo, foi uma coisa terrível”, disse ele.

DIÁRIO DO SERTÃO

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo

ENTREVISTA

VÍDEO: Advogado revela que pai de Jamilly pediu para morrer quando soube da morte da filha