Cidades
21/11/2016 às 10h13 • atualizado em 21/11/2016 às 19h41

postado por: C. Campelo

Conheça a única mulher que trabalha na motolância do SAMU no Sertão da Paraíba

Raquel disse que sofre preconceito por parte de algumas pessoas por ser mulher e pilotar moto

A estudante de enfermagem Raquel Cristina Soares Silveira, de 29 anos, tem uma rotina puxada, trabalha como técnica de enfermagem e estuda em uma faculdade de Cajazeiras. Ela é a única mulher a trabalhar na equipe da motolância, modalidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no Sertão da Paraíba, onde os socorristas chegam ao local da ocorrência de moto, antes das ambulâncias. A modalidade e é uma exigência do Ministério da Saúde.

Raquel exerce a função no Samu Regional de Sousa, e enfatiza que, independente do sexo, a capacidade é a mesma, desejando que outras localidades do Estado da Paraíba sigam o exemplo.

Raquel Cristina é técnica em enfermagem do SAMU Regional de Sousa (foto: Charley Garrido)

Raquel Cristina é técnica em enfermagem do SAMU Regional de Sousa (foto: Charley Garrido)

Em entrevista à reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, Raquel disse que sofre preconceito por parte de algumas pessoas por ser mulher e pilotar moto:

“É uma honra trabalhar no serviço de motolância, muitas pessoas são preconceituosas porque sou mulher e piloto uma moto, mas quero dizer que atuo com segurança e cautela para realizar um atendimento de qualidade”, destacou Raquel.

Raquel Cristina é técnica em enfermagem do SAMU Regional de Sousa (foto: Charley Garrido)

Raquel Cristina é técnica em enfermagem do SAMU Regional de Sousa (foto: Charley Garrido)

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário