Cidades
28/11/2016 às 15h19 • atualizado em 28/11/2016 às 15h29

postado por: Estagiário

Após cinco anos de seca, açude da região de CZ entra em colapso total e deixa população com sede. Vídeo!

O nível de água já não é mais suficiente e nem adequada para o consumo humano, a população nunca viveu uma escassez de água em toda sua história

Devido á seca prolongada, o açude São José I que abastece a cidade de São José de Piranhas, está com seu nível de água restante no manancial aproximado de apenas 1% de sua capacidade total do reservatório.

Sendo atingido diretamente pela grave estiagem, este é o atual cenário de tristeza e preocupação do açude municipal de São José de Piranhas, apresentando uma cena tristonha com suas marcas de falta de água e lama rachada por toda parte, sem haver cultura e nem pesca no local, apenas intensificando cada vez mais seu cenário crítico. O Sertão está passando por uma das piores crises hídrica já registrada no Nordeste, trazendo consigo consequências para a vida sertaneja.

O nível de água do reservatório já não é mais suficiente e nem adequada para o consumo humano, a população local nunca viveu uma tamanha escassez de água em toda sua história como estão vivenciando atualmente. Alguns pontos da cidade têm confusões pelo abastecimento, manifestações já foram feitas, mas o problema ainda não foi resolvido.

Esse quadro de seca tem inquietado todos, seja no sofrimento pela falta de água para o consumo humano ou animal. No açude a paisagem que predomina é de rachões desenhados na lama seca. A sociedade piranhense clama pelo auxilio do poder público no combate a falta de água.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário