Cidades
02/12/2016 às 07h00 • atualizado em 02/12/2016 às 08h24

postado por: Estagiário

NO SERTÃO: Vereador denuncia fechamento de Samu, falta de remédio, alimentação e pede pelo amor de Deus que pacientes não procurem hospital; Direção reage: “Mentiroso”

Ele denunciou que na unidade hospitalar não tem medicamentos e até alimentação está faltando para os funcionários. Confira aqui!

Vereador de Itaporanga (Foto: Arquivo facebook)

O vereador Ivanilton Palmeira (PSD), usou sua rede social Facebook, para fazer graves denúncias contra o Hospital Distrital de Itaporanga, no Sertão do estado. Na postagem, o vereador chega a pedir aos pacientes que não procurem o hospital.

O Diário do Sertão entrou em contato nesta quinta-feira (1º), com Ivanilton, onde assegurou os funcionários do hospital mandam os pacientes voltar sem atendimento, o que para ele é devido a falta de condições para o funcionamento.

Ele denunciou que na unidade hospitalar não tem medicamentos e até alimentação está faltando para os funcionários, apenas tem comida para alguns pacientes.

“Todos os funcionários estão indo comer em casa e alguns trazendo sua própria comida. Há dias os servidores que trabalham em regime de plantão ficam sem refeições no hospital, que é gerido pelo governo estadual”, denunciou o político.

Ivanilton disse que a máquina de Raio-X se encontra sem funcionamento, afetando várias pessoas e a população para ser atendida precisa recorrer ao Hospital de Patos, percorrendo um total de 112 km.

O vereador também questionou a falta de funcionamento do Samu. O Serviço de Atendimento Móvel é de responsabilidade da prefeitura e segundo ele, está sem funcionar há dois meses, pois o prefeito não teria pagada aos funcionários, o que fez com que o serviço fechasse as portas.

“Durante esse período ocorreram vários acidentes. Os feridos ficaram sem atendimento rápido e qualificado e, ao menos, dois óbitos foram registrados. Já está rui
m a saúde, imagina o Samu fechado, pior ainda a situação”, lamentou Ivanilton.

Ele informou que já ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Itaporanga para denunciar a atual situação.

Veja postagem do vereador:mjiznzixntq5oa

O outro lado

A reportagem do Diário do Sertão tentou entrar em contato com o prefeito de Itaporanga, Audiberg Alves (PSB), porém, sem sucesso, mas fica aberto o espaço caso o gestor queira se pronunciar.

Já em contato com a diretora do hospital, Maysa Gonçalves, ela negou todas as denúncias feitas contra o hospital e falou de dificuldades devido à crise, mas segundo ela, a unidade não deixou de funcionar.

Maysa chamou o vereador de mentiroso e disse que vai procurar a Justiça para resolver o caso com o representante popular.

Ela disse também que o hospital não falta medicamento e nem está faltando alimentação e explicou que a Casa de saúde chega a atender até cinco mil pacientes por mês das 12 cidades. O hospital possui 58 leitos.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário