header top bar

section content

BALANÇO: Entre bandas e estrutura, carnaval de Cajazeiras custou pouco mais de R$ 500 mil, e secretário revela quanto desse montante será pago pela prefeitura – VÍDEO!

Entre alguns problemas pontuais, o saldo foi bastante positivo, de acordo com o secretário de Articulação Política do município

Por Jocivan Pinheiro

02/03/2017 às 13h59

O carnaval de Cajazeiras chegou ao fim oficialmente na terça-feira, dia 28. Entre alguns problemas pontuais que, segundo os organizadores, eram resolvidos no próprio evento, o saldo foi bastante positivo, de acordo com o secretário de Articulação Política do município, José Anchieta.

Ao lado do prefeito José Aldemir (PP) e outros convidados, Anchieta participou do tradicional debate de carnaval da TV Diário do Sertão. Na ocasião, disse que o Carnaval 2017 foi um grande sucesso e que a atual administração pública municipal derrubou o discurso da oposição usado nos últimos anos, de que a Prefeitura não tem condições de realizar um carnaval gratuito.

– Tentaram convencionar um discurso em Cajazeiras de que era impossível a gestão pública fazer um carnaval gratuito sem comprometer os serviços essenciais. Esse foi o grande discurso dos últimos anos em Cajazeiras. E essa gestão, em pouco tempo, resgatou o carnaval público sem comprometer a folha de pagamento; pagando, inclusive, uma semana antes do final do mês. Portanto, esse foi o tiro de misericórdia nesse discurso utilizado ultimamente em Cajazeiras – comentou o secretário.

VEJA MAIS: Durante debate de carnaval, primeira-dama de Cajazeiras antecipa resgate do Xamegão, realização de festa de Natal com atrações nacionais e alfineta opositores

TV Diário do Sertão realizou o tradicional Debate de Carnaval

Segundo José Anchieta, os gastos da Prefeitura foram pequenos em função da parceria com a iniciativa privada. Só as atrações musicais custaram cerca de R$ 500 mil, mas com a arrecadação de um montante aproximado de R$ 400 mil em patrocínios, a gestão municipal vai arcar somente com pouco mais R$ 100 mil.

– Um carnaval nessa magnitude e o município investir pouco mais de 100 mil reais, acho que esse foi o grande passo que a nova gestão deu para consolidar cada vez mais esse evento turístico no calendário da Paraíba. Os problemas pontuais são pequenos para a grandeza do carnaval. São questões pontuais que a gestão resolve dentro do próprio evento e que vai melhorando casa vez mais para os eventos futuros – concluiu.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

No Xeque-Mate, corretor avalia que Cajazeiras é melhor do que Sousa para investir no mercado imobiliário

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”