header top bar

section content

Comoção marca sepultamento do agrônomo que ficou conhecido como o “homem do tempo” em Cajazeiras

O engenheiro era conhecido na cidade de Cajazeiras e na região pelas previsões climáticas, por suas declarações polêmicas. Veja aqui os detalhes!

Por

23/01/2016 às 14h55

Foi sepultado na manhã deste sábado (23) na cidade de Cajazeiras, o corpo do engenheiro agrônomo Adalberto Nogueira, que faleceu na noite de quinta-feira em Fortaleza, após seu estado de saúde ter se agravado. Ele sofria de graves problemas renais, chegou a passar por uma cirurgia de urgência, mas não resistiu e faleceu após uma parada cardiorrespiratória.

O corpo foi velado na tarde da sexta-feira (22) na Câmara Municipal, no Centro de Cajazeiras e a missa de corpo presente aconteceu na cadetral Nossa Senhora dos Remédios. Já o sepultamento foi realizado no cemitério Coração de Maria.
 

VEJA TAMBÉM

► Padre faz discurso emocionante ao se despedir de Adalberto Nogueira. "Calou-se a voz indobrável"

► CAJAZEIRAS DE LUTO: morre em Fortaleza o engenheiro agrônomo Adalberto Nogueira

► Em depoimento emocionado, irmã conta como foram os últimos momentos de Adalberto Nogueira

O clima foi de muita comoção. No local, centenas de pessoas estiveram presentes e se despediram do cajazeirense com muitos aplausos.

Adalberto era conhecido em Cajazeiras e região pelas suas previsões climáticas, por suas declarações polêmicas e também por ser um homem culto e preocupado com as causas sociais.

Entenda
Morreu na noite dessa quinta-feira (21), o ex-secretário de Planejamento do município de Cajazeiras, na gestão do ex-prefeito Léo Abreu e no governo de Vituriano de Abreu, o engenheiro agrônomo Adalberto Nogueira. Adalberto estava internado em estado grave no Hospital da Clínicas Walter Cambeba, cidade de Fortaleza, estado do Ceará. Ele era natural da cidade de Icó, nascido no então Distrito de Lima Campos, estado do Ceará. A família era de nove irmãos.

O engenheiro sofria de complicações no fígado, e o problema se agravou nos últimos dias. Ele passou por uma cirurgia, mas teve uma parada cardíaca que o levou a óbito. Em 2012 Adalberto também passou por um grave problema no esôfago, mas conseguiu se recuperar. 

O engenheiro era conhecido na cidade de Cajazeiras e na região pelas previsões climáticas, por suas declarações polêmicas, e também por ser um homem culto, que se destaca na sociedade da Terra do Padre Rolim, além de ser preocupado com as causas sociais.

O corpo de Adalberto será transladado para a cidade de Cajazeiras e será homenageado na Câmara Municipal de Cajazeiras. A previsão é que a chegada do corpo aconteça às 15h. 

O deputado Zé Aldemir, o ex-deputado Vituriano de Abreu, o presidente do PSB Rivellino Martins e várias outras autoridades do município de Cajazeiras, além da população de várias cidades do Sertão lamentaram a partida prematura de Adalberto Nogueira.

Veja a última entrevista ao Diário do Sertão em dezembro de 2015!

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares