header top bar

section content

Depois de seis meses internado em hospital de Recife, sertanejo é liberado para passar Natal em casa

Carlinhos estava internado desde julho no Hospital das Clínicas, no Recife. Ceia natalina será conforme as recomendações de uma nutricionista.

Por

25/12/2015 às 09h00

Paciente paraibano foi internado no HC com 420kg há cerca de cinco meses

Depois de cinco meses internado no Hospital das Clínicas (HC), no Recife, o paraibano Carlos Antônio dos Santos Freitas, conhecido como “Carlinhos”, internado na unidade de saúde em julho deste ano, perdeu 150 kg em cinco meses e recebeu alta temporária para comemorar as festas de fim de ano em sua casa, no município de Patos, na Paraíba. Além da perda de peso, o paciente tem apresentado outros avanços, como caminhar por distâncias curtas e adaptação à nova dieta.

Veja mais!

► Vídeo mostra jovem sertanejo com quase 500 quilos sendo removido por guincho e mais de 20 pessoas

► Chocante: Com 420 quilos, jovem sertanejo recebe apoio de Hospital em Pernambuco

De acordo com a equipe de profissionais de saúde do HC, o período em casa pode trazer benefícios terapêuticos e servirá como preparação do paciente e dos familiares para uma alta definitiva. “Mesmo com as dificuldades, estou feliz por comemorar o Natal com ele em casa. Se fosse no hospital, não seria a mesma coisa”, afirma a mãe do paciente, Cacilda Patrocínio dos Santos. Além da mãe, Carlinhos terá a companhia dos irmãos, do cunhado e de um sobrinho na noite de Natal.

As dificuldades mencionadas por Cacilda são referentes ao banho e à pouca acessibilidade na casa da outra filha, local em que Carlinhos está hospedado durante a alta temporária. “Não conseguimos colocar o meu filho no quarto, por isso dar banho está muito mais difícil. O quarto dele na nossa casa, com uma porta maior e com melhores condições para Carlinhos ainda não ficou pronto”, lamenta Cacilda. 

Apesar do período que passará fora da unidade de saúde, foram várias as recomendações médicas para continuar com os cuidados em casa. “O que posso dar a ele é a mesma coisa que ele come no hospital. Comida em porções pequenas, carne e frango grelhados, ovos cozidos ou fritos sem nenhum tipo de gordura”, exemplifica a mãe do paciente. “Não vamos comer nada de diferente hoje para que ele não sinta vontade de sair da dieta".

Sobre a indicação cirúrgica, a equipe médica do HC entende que ainda não é o momento de decidir o procedimento a ser adotado. Em julho, os médicos decidiram que o paciente passaria por um tratamento médico para reduzir o peso antes de ser submetido a qualquer cirurgia. Ainda não há previsão de volta do paciente ao hospital, após a alta temporária.

Entenda o caso
Admitido no HC com 420kg no último mês de julho, o paciente Carlos Antônio dos Santos Freitas passou por avaliação médica e, desde então, faz  um tratamento multidisciplinar de perda de peso antes de qualquer procedimento cirúrgico. A previsão é de que o processo dure pelo menos seis meses. Durante os primeiros exames, os médicos diagnosticaram que o paciente sofre de desnutrição.

No primeiro dia de tratamento, o setor de Psiquiatria realizou uma avaliação inicial para tentar fechar um diagnóstico. "A priori ele tem um diagnóstico de oligofrenia e um déficit cognitivo, mas vão fazer uma avaliação maior para ver se há alguma síndrome associada", afirmou Ana Caetano, gerente de Atenção à Saúde da unidade, à época. Ainda de acordo com a médica, a condição psicológica é um fator limitante e dificultador no tratamento.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1PB

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!