header top bar

section content

Radialista diz que presidente do Sindicato dos Radialistas da PB veio a Cajazeiras fazer figuração

Aristênio Marques alegou que não há muitos motivos para a categoria comemorar na cidade que é considerada berço da radiofonia paraibana

Por

12/11/2015 às 21h24

O radialista Aristênio Marques não ficou empolgado com a visita do presidente do Sindicato dos Radialistas da Paraíba (STERT-PB), Moisés Marques, à cidade de Cajazeiras no último sábado (7) para prestigiar a sessão especial da Câmara em homenagem ao Dia Municipal do Radialista.

No Direto ao Ponto dessa semana, Aristênio alegou que não há muitos motivos para a categoria comemorar na cidade que é considerada berço da radiofonia paraibana. Tanto é que vários radialistas levantaram questionamentos durante a sessão, principalmente sobre piso salarial, mas Moisés Marques não soube esclarecer as dúvidas, segundo ele.

“Ele nem sabia quanto que era o valor do piso da categoria na cidade de João Pessoa, isso porque na capital tem um piso e aqui no sertão tem outro. Mesmo assim o presidente do sindicato não foi muito amável. Alguns colegas indagaram da atuação do sindicato, principalmente aqui no sertão, e a gente ficou mais uma vez a ver navios”, criticou.

Veja mais!

► Presidente de sindicato comenta denúncias salariais e acúmulo de cargos de radialistas em Cajazeiras

► Após eleito, presidente da API vem ao sertão e garante que prioriza ações para a região

Para Aristênio, o STERT-PB tem perdido força durante os anos. “No meu ponto de vista ele está sendo enfraquecido por falta de atuação, por falta de visita, por falta de coordenação. A gente espera que novas empreitadas do sindicato à terra de Padre Rolim sejam mais salutares.”

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
DETALHES DO JÚRI

VÍDEO: Secretária revela bastidores do julgamento do caso Érika e diz que houve distinção de tratamento

22 DE AGOSTO

VÍDEO: Prefeitura de Cajazeiras corre para conseguir recapear todas as entradas antes do dia da cidade

"RASGARAM A CONSTITUIÇÃO"

VÍDEO: Para o vice-prefeito de Sousa, Lula é um preso político: “A injustiça dói em qualquer um”

TESTEMUNHO AO VIVO

VÍDEO: Pastor sentenciado a 32 anos de prisão diz que foi visitado por Deus na cadeia e saiu em 30 dias