Educação
28/09/2016 às 14h11 • atualizado em 28/09/2016 às 14h13

postado por: Jocivan Pinheiro

Dia Nacional de Luta: Professores da UFCG de cidade do Sertão paralisam nesta quinta

Segundo a ADUFCG, protesto é contra ajuste fiscal do Governo Federal, reforma trabalhista, previdenciária e 'ataques' aos servidores públicos e professores

UFCG

Professores em paralisação

Os professores da UFCG paralisarão nesta quinta-feira (29), no segundo Dia Nacional de Luta, Mobilização e Paralisação convocado pelas maiores centrais sindicais do país, pelo Fórum Nacional dos Servidores Públicos Federais e pelo ANDES-SN.

Segundo a ADUFCG (Associação dos Docentes da Universidade Federal de Campina Grande), a paralisação é um protesto contra o ajuste fiscal do Governo Federal, suas propostas de reforma trabalhista e previdenciária, os ‘ataques’ aos servidores e aos serviços públicos e contra a ‘lei da mordaça’ na educação.

A paralisação foi decidida na assembleia geral da ADUFCG realizada no dia 20/09, nos campi de Campina Grande, Sumé, Cuité e Pombal, e também incluiu uma paralisação realizada na quinta-feira passada, dia 22.

O Dia Nacional de Luta, Mobilização e Paralisação está incluído numa estratégia de luta definida pelas maiores centrais sindicais e sindicados nacionais para tentar barrar o projeto de lei 257/2016 e a proposta de emenda à Constituição 241/2016 que têm o objetivo de realizar ajustes fiscais que, segundo a ADUFCG, “atacam o serviço e os servidores públicos”.

As paralisações também estão sendo utilizadas pela ADUFCG, por outros sindicatos e movimentos sociais como preparação para uma greve geral que deverá ocorrer na segunda quinzena de outubro.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria da ADUFCG

Deixe seu comentário