header top bar

section content

veja mais Educação

Dia dos Professores: Os educadores do País têm o que comemorar? E em Guarabira?

Neste dia 15 de outubro, um dia muito importante para a educação brasileira, comemora-se o dia daqueles que ‘seguram em nossas mãos’ e nos conduz para um caminho de sabedoria, de reflexão, de progresso e de qualificação profissional – hoje comemora-se o Dia dos Professores. Uma das profissões mais sublimes e importantes de uma nação, […]

Por Luzia de Sousa

16/10/2016 às 14h00

Professores em greve em Sousa por salários (Foto ilustrativa)

Neste dia 15 de outubro, um dia muito importante para a educação brasileira, comemora-se o dia daqueles que ‘seguram em nossas mãos’ e nos conduz para um caminho de sabedoria, de reflexão, de progresso e de qualificação profissional – hoje comemora-se o Dia dos Professores.

Uma das profissões mais sublimes e importantes de uma nação, pois é através deles – os professores – que somos conduzidos a sermos bons profissionais. Os professores saem de suas casas diariamente para levar um pouco – e por que não dizer muito? – de conhecimento para os alunos, com o objetivo de transformá-los em grandes profissionais e pessoas capacitadas intelectualmente, moralmente e profissionalmente.

Neste dia 15 de outubro os professores têm muito o que comemorar em relação a educação?

Aos poucos aquela alegria e energia de repassar conhecimento e aprender ao ensinar está se esvaindo. Um professor já não tem tanto entusiasmo para educar como em tempos remotos. A cada dia que passa a educação brasileira passa por diversos problemas: falta de estrutura nas escolas, gestores públicos desviando dinheiro destinado à merenda dos estudantes, a falta de respeito de alguns alunos para com os educadores, o deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) afirmando categoricamente que “Quem não tem dinheiro não faz faculdade”, desvalorizando os menos favorecidos financeiramente e, consequentemente, menosprezando os professores da rede pública de ensino. Assim anda a educação brasileira, pedindo socorro. Muitos professores estão abandonando a carreira de educador pela falta de reconhecimento por parte do Estado, pois ser professor hoje em dia é uma profissão paralela, quando na verdade deveria ser tratada como de fato merecia ser: uma profissão central que tem o poder de formar todas as outras profissões.

Em Guarabira, o que os professores têm para comemorar?

A equipe do Portal Independente conversou com alguns educadores da rede municipal de ensino para buscar respostas sobre o que eles têm a dizer sobre o Dia dos Professores, as respostas foram de indignação em relação ao reconhecimento profissional por parte da administração municipal de Guarabira. Em depoimento à equipe do Portal Independente, a principal reclamação foi em relação ao PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) do Magistério Público Municipal de Guarabira. De acordo com os professores que conversaram com nossa equipe de redação, o prefeito Zenóbio Toscano não está pagando corretamente os direitos dos professores municipais.

De acordo com a Lei Municipal Nº 1.044/2013, de 19 de junho de 2013, trata em seu artigo 49 diz que “A Progressão Funcional Vertical consiste na mudança da classe em que se encontra posicionado o servidor para a imediatamente superior”. E, mais a frente, no artigo 50 da mesma Lei, continua “A Progressão Funcional Horizontal do Grupo Magistério – GMAG ocorrerá automaticamente a cada cinco anos de efetivo exercício”. Isso faz com que os professores que passem por capacitação e perfeiçoamento profissional tenha um aumento como reconhecimento profissional em seu salário base, e que seria um dever da administração municipal incentivar os professores para que eles se capacitassem e, consequentemente, tivessem mais conhecimento na área educacional, o que valorizaria ainda mais a educação pública municipal.

Leia LEI Nº 1 044/2013, de 19 de junho de 2013
“Somos desvalorizados por esta administração que ai está, que não paga terço de férias nem tem o menor interesse pelos professores da rede municipal, que trata a gente como se fôssemos um lixo, é esse o tipo de gestor que temos no município de Guarabira. Um direito que é nosso e que a gente estuda, se capacita para que quando chega a hora de termos um reconhecimento o prefeito de Guarabira nos dá as costas para os educadores municipais. A Progressão Funcional que tem na Lei 1.044/2013, Lei sobre o Estatuto de Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, é uma Lei aprovada e que isso seria o mínimo que o prefeito deveria respeitar. Mas quando vamos em busca dos nossos direitos, as palavras dele são para que entremos com ação judicial para conseguirmos aquilo que é nosso por direito através da justiça. O fato é que até conseguiremos, mas como a justiça do nosso país é lenta como uma preguiça, temos que, além de ter preocupações diárias para dar uma educação de qualidade aos nossos alunos, ainda temos que esquentar nossa cabeça com ação na justiça em busca de algo que é um direito nosso e que o senhor prefeito Zenóbio Toscano não paga, como se o dinheiro da prefeitura fosse dele. Nós que fazemos parte da classe de professores de Guarabira repudiamos esse tipo de atitude mesquinha que o prefeito vem fazendo” – desabafou um professor em entrevista ao Portal Independente.

Os professores de Guarabira já reivindicaram algum posicionamento por parte do SINTEMG (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de Guarabira) sobre a desvalorização e a retenção de alguns pagamentos que a prefeitura não está repassando para os profissionais da educação, mas de acordo com os professores, o presidente do SINTEMG Jurandir Félix não se posiciona em relação ao caso.

RELEMBRE O CASO: Professores de Guarabira pedem providência ao SINTEMG sobre retenção do terço de férias

No mês passado nossa equipe foi procurada por alguns professores, e na ocasião ele falaram da omissão do Presidente do SINTEMG sobre a retenção do terço de férias dos professores de Guarabira. Nossa equipe ficou à disposição do posicionamento do presidente Jurandir Félix, mas não obtivemos retorno sobre o assunto.

Do Portal Independente

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe a atleta Rebeca Café e as integrantes do Cajá Volley de Cajazeiras

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 19.05.2017

MARIA CALADO NA TV

Banda cajazeirense estourada na Paraíba mostra autêntico forró no programa Maria Calado na TV e público aprova atração. VEJA VÍDEO!

INTERVIEW

Equipe de Mountain bike Team Race da cidade de Cajazeiras conta sua trajetória e incentiva a população a participar dessa modalidade. Confira!