header top bar

section content

Professor que votou pela greve e ocupação na UFCG de Cajazeiras pede mobilização de cidades vizinhas

Para que mobilização ganhe mais força, Gildemar Pontes pede a participação de representações sindicais não só de dentro da universidade

Por Jocivan Pinheiro

09/11/2016 às 15h44 • atualizado em 09/11/2016 às 15h45

Durante uma assembleia bastante movimentada nesta terça-feira (10), estudantes e professores da Universidade Federal de Campina Grande, campus de Cajazeiras, decidiram aprovar indicativo de greve geral e possível ocupação do campus. Professor Gildemar Pontes, colunista do Direto ao Ponto, esteve na assembleia e votou a favor da greve.

VEJA TAMBÉM: UFCG de Cajazeiras aprova indicativo de greve e alunos ‘caminham’ para ocupação

Para ele, a aprovação do indicativo de greve e possível ocupação reflete o momento político em que vivem os estudantes brasileiros  na busca por uma definição dos rumos que eles querem para a educação. “Os estudantes deram um passo gigantesco à frente dos professores”, ressalta.

Para que a mobilização ganhe mais força, Gildemar pede a participação de todas as representações sindicais e associações não só de dentro da universidade. “Se nós quisermos ser uma nação desenvolvida, temos que fortalecer a educação e fortalecer a universidade. A cidade de Cajazeiras e as cidades em torno de Cajazeiras que usufruem da universidade precisam entrar nessa luta em defesa desse patrimônio maior do povo paraibano e do povo brasileiro.”

DIÁRIO DO SERTÃO

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada