header top bar

section content

IFPB de Cajazeiras comemora 21 anos de história com várias conquistas

Celebração do aniversário começa nessa quarta-feira com inauguração de laboratórios.

Por

03/12/2015 às 16h24

Celebração do aniversário começa nessa quarta-feira com inauguração de laboratórios.

O IFPB Campus Cajazeiras está completando 21 anos de fundação nessa sexta-feira (04). Apesar de 2015 ser um ano difícil para todo o país, devido ao ajuste fiscal que resultou e muitos cortes de orçamento para os órgãos públicos, a instituição tem muito a comemorar.

Nesta quinta-feira (03), às 21h estarão sendo inaugurados os laboratórios de Soldagem, Materiais e Mecânica de Fluidos. Esses equipamentos são indispensáveis para a formação dos alunos dos cursos superiores de Automação Industrial e Engenharia Civil e o Curso Técnico de Eletromecânica.

De acordo com a Diretora Geral do Campus Cajazeiras, Lucrécia Petrucci, a crise tem sido enfrentada de frente pela gestão, que tem priorizado investir na qualidade do ensino. “Além de adquirir equipamentos de ponta para os nossos laboratórios, temos buscado investir cada vez nos quadros profissionais, tanto em capacitação quanto em contratação. No que diz respeito à contratação de professores, apenas no curso superior de Licenciatura em Matemática nós quadruplicamos o quadro, passando de três para 12 professores efetivos”, afirmou a diretora, ressaltando que quando o último concurso for homologado, novos técnicos administrativos também serão contratados.

Outro aspecto em que a instituição tem o que comemorar, de acordo com o Diretor de Ensino Gastão Coelho de Aquino, é na assistência estudantil. “Conseguimos ampliar os nossos programas de Auxílio transporte, Moradia e Alimentação, de forma que o aluno, notadamente da zona rural, consegue permanecer na escola. Como consequência, tivemos uma redução significativa na evasão”, disse o professor.

O Diretor de Administração Hugo Eduardo Assis dos Santos disse que o Campus Cajazeiras teve que abrir mão de algumas metas, como a construção de um novo bloco de salas, devido ao corte de 47% no valor destinado aos investimentos. Mas, com o que sobrou, foram feitas melhorias e aquisições essenciais para a qualidade do ensino. “Tivemos como prioridade equipar os nossos laboratórios. De 2014 pra cá foram investidos mais de um milhão de reais. Os cortes existem também nos valores de custeio do Campus, mas temos priorizado o atendimento às empresas com quem mantemos contrato, principalmente no sentido de garantir o pagamento aos funcionários e a alimentação dos alunos”, contou Hugo.

Da Assessoria

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares