header top bar

section content

Estudando em Escola pública a vida toda, estudante passa em 4 cursos de medicina

Os resultados deixaram orgulhosos os pais, que moram na cidade de Condeúba, no sudoeste da Bahia

Por

09/11/2015 às 16h51

Wester da Silva Vieira mora em Vitória da Conquista, na Bahia. (Foto: arquivo/pessoal)

Um jovem de 19 anos, que estudou a vida toda em escola pública, foi aprovado em quatro universidades para Medicina, após submeter a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Detalhe: ele não fez cursinho!

Wester da Silva Vieira mora em Vitória da Conquista, na Bahia e trabalha no setor de finanças da prefeitura da cidade.

Ele foi aprovado em um concurso de nível médio em 2013.

Universidades

O jovem passou na primeira lista da Universidade Federal da Bahia (UFBA), da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefa) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

Ele disse que recebeu a notícia pelos amigos, que enviaram diversas mensagens pelo aplicativo Whatsapp, e chegou até a duvidar.

“Primeiro, fiquei tremendo e nem acreditei. A ficha só caiu quando cheguei em casa e olhei o resultado no computador”, afirmou o rapaz, que ficou com nota 880 na redação.

7 hora de estudo

Mas não foi fácil. O bom resultado no Enem é fruto de rotina de cinco a sete horas por dia de estudo.

“Tem dias em que estudava menos que isso, porque sou um pouco preguiçoso. Não me considero nenhum gênio. O segredo é ter fé e disciplina. Com foco, qualquer um consegue chegar onde cheguei”, destaca.

Os resultados deixaram orgulhosos os pais, que moram na cidade de Condeúba, também no sudoeste da Bahia.

“Minha família ficou muito orgulhosa, acho que até mais do que eu mesmo”, brinca.

Ele precisou se mudar da casa dos pais aos 12 anos, após ser aprovado no Instituto Federal da Bahia (IFBA), onde concluiu o Ensino Médio em 2012.

Com isso, passou a morar em uma república – mantida pela prefeitura da cidade dos pais – com mais 20 pessoas.

Cursinho

Wester afirma que não fez nenhum cursinho, apenas bancas para reforçar alguns conteúdos.

E confessa, que, apesar de não acreditarem, tem dificuldades em algumas disciplinas.

“Tenho um pouco de dificuldade em algum ponto de determinada áreas. Por exemplo, não sou muito bom em geofísica, da área de geografia; nem em eletromagnetismo, de física; e nem em análise combinatória, de matemática. Em português, tenho um pouco de dificuldade em literatura”, detalha.

A dúvida agora é decidir onde vai fazer o curso, um sonho de infância.

“Ainda não sei, mas estou mais próximo da Uesb, gosto de morar aqui em Conquista. Além disso, a universidade foi a melhor conceituada no Enade [Exame Nacional de Desempenho de Estudantes] da Bahia [entre as quatro]”, justifica.

Só Notícia Boa
Com informações do G1

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!