header top bar

section content

Escola do Ceará vai pedir anulação só de questões que coincidiram no ENEM

Advogado vai pedir anulação das questões que coincidiram.MEC anulou Enem de 639 alunos de escola que antecipou questões.

Por

26/10/2011 às 22h32

O advogado do colégio Christus, de Fortaleza, cujos alunos tiveram a prova do Enem cancelada pelo MEC nesta quarta-feira (26), afirmou ao G1 que vai requerer do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) anulação apenas das questões que coincidiram na prova e no material da escola, em vez de anular o exame completo dos 639 alunos que prestaram Enem.

“Para resolver a quebra de isonomia, precisaria anular as questões que teriam coincidido”, avalia Cândido Albuquerque, advogado do Christus. Se a decisão de anular o exame dos alunos for mantida, de acordo com Albuquerque, “o aluno seria punido”.

“O que está sob suspeita é a isonomia, e não o aluno. Não há suspeita de vazamento, seria injusto”, diz. Ainda conforme Cândido Albuquerque, os alunos do Christus não foram beneficiados pela “coincidência” entre as questões que o colégio distribuiu aos alunos, também usadas no Enem nos dias 22 e 23.

O colégio teve 639 alunos matriculados para o Enem, e “é muito provável” que nem todos tenham recebido o material, de acordo com o advogado. Albuquerque diz que é possível que algum aluno tenha faltado à aula no dia em que foi distribuído o material e ele também seria prejudicado caso o MEC mantenha a decisão de anular a prova.

O advogado da escola diz que alunos de outras escolas podem tido acesso ao material distribuído no colégio. Uma aluna de outra escola, afirmou ao G1 que também teve acesso ao matéria.

Dez questões idênticas
O estudante da escola ouvido pelo G1 relatou que, depois de ouvir comentários no colégio dele sobre a antecipação das questões, resolveu comparar com a prova do Enem. “Comprovei que no material do outro colégio [Christus] havia questões idênticas às das provas de matemática, ciências e linguagens”, afirma. Dizendo-se indignado, o candidato tirou fotos das questões iguais e postou na internet, o que gerou repercussão nas redes sociais.

Após receber cerca de mil comentários no Facebook, o estudante postou: "Gente, eu sei que é revoltante, é uma das provas mais importantes da nossa vida. Mas cuidado com as palavras, muito aluno do colégio recebeu isso e acertou as questões merecidamente. Vamos esperar também por um esclarecimento da escola antes de fazer julgamentos".

O G1 comparou as questões dos quatro livretos da escola com os cadernos Azul, da prova de ciências humanas e ciências da natureza, e Amarelo, da prova de linguagens e matemática, do Enem. Há pelo menos 10 questões iguais e uma similar nos materiais.

Na prova de ciências da natureza, foram detectadas 5 questões idênticas às dos livretos. Em matemática e ciências humanas, são 2 questões iguais em cada um dos testes. Na prova de linguagem, há uma questão idêntica.

Outros dois alunos do colégio confirmaram que receberam quatro livretos de exercícios dias antes do Enem, que continham questões iguais às do exame do último fim de semana.

G1

EFEITO IMEDIATO

VÍDEO: Após protesto nas ruas, chefe da PM anuncia ações para combater o crime em São João do Rio do Peixe

AMIGO DE BRÁULIO BESSA

VÍDEO: Poeta que esteve no Encontro com Fátima Bernardes foi o convidado do Xeque-Mate da semana; VEJA!

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Pentecostal de Jerusalém

DIÁRIO ESPORTIVO

DIÁRIO ESPORTIVO: Tudo que rolou no Campeonato Brasileiro e os preparativos para o Paraibano