header top bar

section content

Cantora Eyshila desabafa sobre a morte do filho: “Se Deus quisesse ter livrado meu filho, Ele teria livrado”

Em menos de um mês após o falecimento, a cantora quebrou o silêncio em entrevista

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

14/07/2016 às 08h32

Entrevista com a cantora gospel para o programa do Gugu (Foto: Reprodução/Rede Record)

O programa Gugu exibiu nesta quarta-feira (13) uma entrevista exclusiva com a cantora gospel Eyshila. Após pouco menos de um mês do falecimento do filho Matheus, diagnosticado com meningite, a cantora quebrou o silêncio e desabafou.

Ela se mostrou bastante forte durante a entrevista e começou explicando o que a tem mantido desta forma.

— É Deus! Eu não tenho como fugir dessa verdade absoluta. Deus tem me sustentado. A morte faz parte da minha vida, só que eu nunca tinha me deparado com ela dessa forma porque não é natural uma mãe enterrar um filho!

Matheus morreu no dia 14 de junho, vítima de meningite.

— Dias antes de morrer, ele teve fortes dores de cabeça e até no oftalmologista ele foi levado. Depois começaram a fazer exames pra ver se não era sinusite, fizeram tomografia, e por último tiraram o licor da espinha. Isso foi questão de 24 horas! Se Deus quisesse ter livrado meu filho, Ele teria livrado onde quer que fosse porque nós fizemos de tudo.

Em menos de um dia, o garoto de 17 anos recebeu o diagnóstico.

— Foi um frio na barriga. Uma sensação de impotência!

A partir daí, começou uma batalha que durou sete dias.

— Quando eu cheguei na UTI e vi a maneira como ele estava sendo monitorado, fiquei muito mexida. Eu e meu marido ficávamos nos revezando. Eu estava muito confiante porque parecia tudo sobre controle. Mas, de repente, ele teve uma hemorragia no cérebro. Quando ele foi operado, o caso se agravou e ele entrou em coma.

Uma enorme corrente de oração começou a se formar pelo Brasil e pelo mundo para dar força à família.

— Eu fiquei muito grata porque pessoas de todas as nacionalidades e regiões haviam se levantado para orar. No momento em que eu estava no hospital, pessoas que eu nem conhecia chegavam pra mim e só queriam dar um abraço!

Eyshila mostrou que, de certa forma, é grata pela maneira como tudo aconteceu.

— Eu posso dizer que Deus me deu pelo menos sete dias pra eu me despedir do meu filho. Nem toda mãe teve essa oportunidade! Eu chorei com ele todos os dias… Todos os amiguinhos entraram ali e deixaram mensagens de amor e carinho pra ele. Cantores que ele amava cantaram pra ele dentro da UTI.

Muitas pessoas apareceram durante este período no hospital.

— Todos que ele mais amava foram lá e se despediram dele com ele vivo e o coração batendo.

Matheus é o filho mais velho da cantora, com diferença de apenas um ano do mais novo Lucas — que, por sua vez, surpreendeu a todos com uma atitude.

Entrevista com a cantora gospel para o programa do Gugu (Foto: Reprodução/Rede Record)

Entrevista com a cantora gospel para o programa do Gugu (Foto: Reprodução/Rede Record)

— Foi uma grata surpresa! Eu descobri que tinha um compositor dentro de casa. Foi num momento de choro, quando nós guardávamos as roupinhas do Matheus… Mais tarde o Lucas se trancou no quarto e escreveu letra e melodia de uma canção muito linda com o nome Saudade.

Emocionada, Eyshila contou qual é a maior lição que tira de tudo isso.

— Eu aprendi o valor de um abraço, o valor do “eu estou orando por você”. Essa frase é linda, maravilhosa! Como eu ouvi isso! Pessoas de todo o mundo, crianças na África orando pelo Matheus… Como isso me consolou! Eu aprendi que na hora que a gente está passando uma luta desse nível, não são palavras que consolam. Mas, às vezes, a presença de alguém ali simplesmente para dizer “estou aqui com você”. Isso diz muita coisa. O amor fala mais alto do que muitas atitudes!

Mais uma vez, a cantora demonstrou que tem se agarrado em Deus.

— Perder um filho é algo destruidor. Mas perder um filho sem Deus, é destruidor mesmo. Eu só tenho uma certeza: meu filho está vivo. Ele está com Deus e um dia eu vou encontrar com ele!

E aproveitou para mandar uma mensagem a todos que sofrem com a perda de alguém.

— Eu estou viva e tenho o direito de continuar viva! Mais do que isso, eu tenho o dever de mostrar pras pessoas que elas podem continuar vivas. Você não precisa se enterrar junto com quem você enterrou porque enquanto nós estamos aqui, a nossa missão é dar prosseguimento à vida e a vida é linda!

Por fim, a repórter Thatiana Brasil perguntou se ela teria uma mensagem para o filho Matheus.

— Se eu fosse falar hoje, com o meu coração de mãe, eu ia dizer: “Por que você teve o vislumbre da eternidade e não quis voltar pra nós? Por que você quis ficar com o céu só pra você? Nós queríamos tanto ter vivido sonhos que tínhamos pra você aqui na Terra…

— …Mas nós vamos compreender, finalmente, porque só quem está diante de Deus, sabe realmente que não vale à pena se apegar tanto a estas coisas terrenas. Eu acredito que meu filho teve essa oportunidade e preferiu ficar lá!

R7

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda

AO VIVO NA TV

BOMBA! Ator cajazeirense revela que foi estuprado quando era coroinha de igreja: “Fui pra missa chorando” – ASSISTA!