header top bar

section content

Pânico na Band é banido de evento após brincadeira desrespeitosa e preconceituosa

Para os organizadores, o Pânico" levou ao evento seus preconceitos de gênero e seu franco desrespeito, entrevistando cosplayers com grosseria

Por

07/12/2015 às 15h53

Em nota, a organização da Comic Con Experience (CCXP) repudiou a cobertura desrespeitosa do "Pânico da Band" do evento de 2015 e anunciou o banimento da cobertura do programa nas próximas edições. 

Alegando que o espaço é livre de preconceitos, incentivando seus convidados — cosplayers, nerds, gamers, cinéfilos, leitores de quadrinhos e simples curiosos — convivam com respeito, a CCXP diz que viu com "tristeza e um sentimento de desgosto" a maneira como o programa "incapaz de lidar com o diferente".

Para os organizadores, o "Pânico" levou ao evento seus "preconceitos de gênero e seu franco desrespeito, entrevistando cosplayers com grosseria – chegando a lamber uma visitante". Assim, a CCXP anunciou que o programa "foi banido da CCXP 2015 e de todas as atividades organizadas a partir de hoje".

"Não se trata aqui de discutir limites de humor. A cobertura do Pânico na Band da CCXP 2014, inclusive, foi muito bem-humorada e eles foram credenciados para a nova edição dentro desse espírito. No entanto, assédios moral e sexual são temas seríssimos e preocupações constantes em convenções de cultura pop no mundo inteiro – assim como fora delas. As atitudes do Pânico na Band dentro da CCXP representam um retrocesso que não podemos aceitar. Ninguém pode, não mais".

Portal Imprensa

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan