header top bar

section content

Google é liberado pela justiça em pesquisas de fotos nua de Xuxa

A decisão foi tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) depois de uma ação movida pela apresentadora contra o site de buscas

Por

18/09/2015 às 08h30

O Google recebeu a permissão na Justiça de divulgar, em resultados de pesquisa, imagens e vídeos em que Xuxa apareça nua ou encenando atos sexuais. A decisão foi tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) depois de uma ação movida pela apresentadora contra o site de buscas.

Em outubro de 2010, Xuxa entrou com ação para que o Google não mostrasse na busca qualquer link que a relacionasse com sites de "pornografia" e "pedofilia". Isso porque, em 1979, a apresentadora, que na época tinha apenas 16 anos, estrelou o filme "Amor Estranho Amor", no qual aparece mantendo relações sexuais com um menino de 12 anos.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, na decisão, que se estende a outras companhias de buscas, o Tribunal de Justiça entendeu que esse tipo de site não pode ser obrigado a limitar os resultados, que são meios de acesso ao conteúdo, mas não são responsáveis pelas publicações. A apresentadora ainda pode recorrer.

IBahia

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula