header top bar

section content

Ex-presidente da Câmara de Sousa critica Daesa e dá zero a administração de André Gadelha

Para ele Renato Soares é o titular do cargo e se licencia na hora que bem entender, ele finalizou o assunto dizendo que os dois têm um bom relacionamento

Por

22/12/2013 às 17h41

O Programa Frente a Frente da TV Diário do Sertão, apresentado pelo jornalista Jackson Queiroga, recebeu esta semana o ex-vereador, ex-presidente da Câmara Municipal de Sousa,o advogado Cacá Gadelha (PSD). Em mais de uma hora e meia de entrevista ele falou sobre diversos assuntos, incluindo vida pessoal, começo da vida pública, atuação como gerente regional da Cagepa e sobra sua atuação política.

De boa oratória e discurso aguçado na tentativa de posicionar sempre de forma contundente e austera, Cacá, deixa sempre muito claro sua aptidão para a política e o desejo de permanecer na vida pública, amparado sempre pelo grande número de correligionários e amigos que lhe prestam apoio.

Na entrevista, indagado se havia algum tipo de rancor ou ressentimento em relação a sua possível ascensão ao cargo de vereador que acabou não acontecendo ele disse não ver nenhum dos dois sentimentos. Para ele Renato Soares é o titular do cargo e se licencia na hora que bem entender, ele finalizou o assunto dizendo que os dois têm um bom relacionamento, que conversaram recentemente e que nada tem contra o vereador Renato com quem foi companheiro de legislatura e de bancada.

Na sua participação do quadro “Que nota você dá”, que tem formato polêmico, onde o convidado tem que se posicionar dando notas de dez ou zero a questões ou personalidades propostas pela produção do programa, ele se posicionou soube muitos assuntos no âmbito local e estadual, sobrando muita emoção ao falar da família.

Notas dez
Ele não poupou a nota máxima, sempre justificando com clareza. Começando pela eleição onde o mesmo não logrou êxito, mesmo reconhecendo que foi prejudicado em alguns aspectos do pleito por colegas do mesmo palanque ele afirma que tem que se respeitar o resultado das urnas e por isso deu nota dez.

Ao se deparar com o nome dos pais, Dona Gracinha e Dr. Cozinho Gadelha, a emoção aflora e ele diz o quanto eles são importantes e o quanto é dolorido para ele a ausência física da sua mãe falecida a 1 ano e 8 meses. “É uma ausência que dói muito em toda a família, os natais e réveillons jamais serão os mesmos”, afirmou.

Deu também nota dez ao ex-prefeito Fábio Tyrone (PSDB) afirmando que há amizade e companheirismo entre os dois. “Ele foi um bom prefeito, correto ele fez um grande trabalho em Sousa, saneou as finanças do município”, disse Cacá.

Sobre o deputado estadual Lindolfo Pires (DEM) ele foi só elogios. Afirmou que Lindolfo representa muito bem não só a nossa cidade como toda a região, que é um deputado trabalhador e que, mesmo diante da derrota ano passado, Lindolfo não é “pesado”: “Lindolfo teve três meses de campanha apenas na eleição para prefeito e mesmo assim foi muito bem votado”, avaliou.

O assunto desta vez foi a possível candidatura do Senador Cássio Cunha Lima a governador do Estado, Cacá deu dez e disse que há uma pressão muito grande para que ele seja candidato. “O ideal é manter a aliança com Ricardo, mais é inegável que muitos aliados querem Cássio como candidato ano que vem”, disse.

No envelope que constava seu nome como candidato a vereador em 2016 ele se mostrou determinado a continuar na vida pública e ser candidato. “Estamos mantendo os mesmos amigos e os mesmos apoios, pleitearemos sim uma vaga na câmara municipal”, afirmou.

Ele também avaliou o governo Ricardo Coutinho com nota máxima, dizendo que a nota vai ao administrador Ricardo apontando algumas obras realizadas mais afirmando também que o govenador deixa a desejar em outras coisas.

No momento mais emocionante da entrevista, ele avaliou envelope com o dizer “Vitória de Nicodemos Neto”. Esse envelope faz menção a cura de um câncer obtida pelo seu filho. Cacá muito emocionado, chorou ao relembrar os momentos de dificuldade, pois na mesma época recebia o resultado desfavorável nas eleições, sofria com a perda da mãe e da avó e ainda teve essa notícia, que seu filho com pouco mais de 2 anos na época tinha leucemia.

Foi aí que, segundo ele, passou a exercitar mais a sua fé, a ver com mais força seu lado espiritual a rezar e pedir pela saúde de Nicodemos. Com o tratamento feito em João Pessoa com bons médicos, um bom acompanhamento da equipe multidisciplinar, da família, as orações dos amigos e a companhia da família, após alguns meses de um doloroso tratamento a cura foi confirmada. “Hoje levo meu testemunho a quem me perguntar, agradeço ao Senhor eternamente pois meu filho foi curado”, emocionado disse Cacá.

Notas zero
Em poucas notas mínimas, apenas duas, Cacá reprovou a inveja, dizendo que já foi e é vítima desse sentimento que ele julga perverso e horroroso. Na outra nota zero ele reprova o governo André Gadelha, apontando as deficiências como a distribuição de água feita pelo DAESA, o não cumprimento de escolas em tempo integral prometidas em campanha e ressaltou o que ele chamou de deplorável os serviços de saúde praticados pela administração de seu primo. “Com zero não avalio André e sim a sua administração que tem muito o que melhorar, devendo começar cumprindo as promessas de palanque”, completou Cacá.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017