header top bar

section content

Empresário cajazeirense fala de mudança no Carnaval, relembra dívidas passadas e revela novidades sobre a festa de momo

Tico Miudezas também revelou mágoas com o deputado estadual Vituriano, dizendo que votou nele por 30 anos.

Por

04/02/2013 às 19h21

O empresário cajazeirense Francisco Campos (Tico Miudezas) concedeu nesta segunda-feira (04) entrevista no programa Interview da TV Diário do Sertão. Na oportunidade, Tico esclareceu várias dúvidas com relação ao Carnaval 2013, inclusive explicou que o evento é bancado pelas marcas que estão sendo divulgadas, por empresas de bebida, pelas pessoas que compram camarote, entre outros. “Juntamos algumas empresas e fizemos a aposta, vamos ver no que dá”, disse.

Com relação à mudança de local do carnaval, Tico considera uma ousadia que só deve ser avaliada depois de feita a prova. “Vamos deixar acontecer, depois agente fala. Não mudei porque acho bonito, mas sim porque não cabia mais na Avenida”, disse.

Para as pessoas que não gostam da idéia de mudança do carnaval, Tico disse que são seres de “mente pequena”, pois, existem tantas casas de show próximo a BR’s como o Forrock em João Pessoa, o Spazzio em Campina Grande, além da Festa do Coco em Sousa. “Se eu sei que vou atravessar a BR, claro que devo ter cuidado”, alertou o empresário.

Polêmica
Tico Miudezas falou sobre a polêmica do Carnaval 2012 de Cajazeiras que segundo ele, foi o maior carnaval dos últimos tempos e não recebeu um tostão. Entretanto, ele afirma que essa é a prova que gosta de desafios, pois, está fazendo novamente o carnaval e agora com o apoio da Prefeitura só nos serviços essenciais. “A festa é alto sustentável, não estou bancando nada”, disse ele.

Ainda com relação aos carnavais passados, Tico disse que está responsabilizando as duas pessoas físicas dos ex-prefeitos Léo Abreu e Carlos Rafael (PTB). Segundo o empresário, existem denuncias no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, no Ministério Público e na imprensa.

Tico Miudezas demonstrou mágoa com o grupo do deputado estadual Vituriano de Abreu (PSC) e disse que votou nele por 30 anos. De acordo com o empresário, em troca de sua fidelidade, Léo não lhe pagou o que devia e Vituriano ainda lhe chamou de “tapioca”. “Votei por 30 anos, nunca mais voto nele”.

Histórias
Tico Miudezas lembrou que seu apelido vem do início de sua carreira quando ele iniciou no comércio e em seguida vendia miudezas na mala do carro. Porém, ele disse que em determinado momento precisou escolher entre os eventos ou o comércio e optou pelo evento que, segundo ele, lhe faz muito bem. “O evento me faz bem, apesar de ser muito preocupante, muito perseguido, mas gosto de fazer”, disse.

O empresário tem oito filhos, fruto de quatro relacionamentos, “Dizem que sou safado, mas não sou, serei perdoado pelas mulheres”, afirmou ele alegando que fez tudo isso na tentativa de ter um filho homem.

Veja também:

 59,3% da população desaprova mudança no carnaval de Cajazeiras; 40,38 diz que foi péssima idéia

– Vituriano taxa empresários de Cajazeiras que aderiram para oposição de ¨tapioqueiros¨

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan