header top bar

section content

Campinense treina pesado a noite e confirma desfalque de Leandro Sobral

Volante sentiu um problema na coxa e deve ficar afastado dos gramados por até 15 dias. Treino foi à noite para evitar o desgaste do time que entra em campo domingo

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

30/04/2016 às 13h08

Treino do Campinense no Estádio Amigão: horário diferente do usual para não desgastar o elenco antes da decisão (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com)

Diferente de todos os trabalhos da temporada, o Campinense  treinou no período da noite, como forma de diminuir o desgaste do elenco raposeiro. E a atividade foi no Estádio Amigão, em Campina Grande, palco do jogo de domingo contra o Santa Cruz, que decide o título da Copa do Nordeste de 2016.

De pronto, o técnico Francisco Diá confirmou que a Raposa vai ter um desfalque para o confronto diante do Tricolor pernambucano: o volante Leandro Sobral, titular da equipe nas últimas partidas, sentiu um problema na coxa e não vai estar em campo no fim de semana.

Para o lugar de Sobral, Diá já trabalha com algumas alternativas e sinaliza até a possibilidade de modificar o esquema tático para não dar pistas ao adversário.

– Nós estamos analisando algumas possibilidades e podemos até tentar implementar uma mudança de esquema tático para tentar confundir o Santa Cruz. Mas está garantido mesmo que Leandro Sobral está fora do jogo. Ele sentiu um problema muscular na coxa e, depois do exame de imagem, ficou confirmado que deve passar entre 10 e 15 dias fora. Vamos analisar as opções. Pode ser Fernando Pires. Mas pode ser outro nome, para criar outra situação que a gente ainda vai ver – comentou o treinador raposeiro.

Na movimentação desta noite, a equipe titular do Campinense foi formada por Glédson, Negretti, Joécio, Tiago Sala e Danilo; Fernando Pires, Magno, Felipe Ramon (ou Jussimar) e Roger Gaúcho; Raul e Rodrigão.

A Raposa deve encerrar seus preparativos neste sábado pela manhã, com o tradicional rachão, só que desta vez no Estádio Renatão.

No domingo, o Rubro-Negro paraibano entra em campo precisando reverter uma desvantagem criada pelo time pernambucano no primeiro jogo, que acabou com a vitória do Santa por 2 a 1. Para conquistar o bicampeonato do Nordestão, o Campinense precisa de uma vitória simples por 1 a 0. Ou então vitórias por mais de um gol de diferença. Se foi 2 a 1 para a Raposa, a disputa vai para os pênaltis. O Tricolor pode ser campeão até com um empate, ou mesmo com derrotas, desde que por apenas um gol de diferença e tendo marcado ao menos dois gols.

GE

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda