header top bar

section content

Violência: Jogador argentino morre ao reagir a assalto

Jogador argentino morre ao reagir a assalto; Calleri e Montillo lamentam

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

13/05/2016 às 10h37

Rodrigo Espíndola foi assassinado em tentativa de assalto (Foto: Reprodução / Twitter)

O defensor Rodrigo Federico Espíndola, de 26 anos, faleceu na madrugada desta sexta-feira, no Hospital Santamarina, de Buenos Aires, após ser baleado em um assalto quando chegava em casa, na cidade de Monte Grande, que fica a 30 quilômetros da capital argentina. O atleta reagiu à abordagem dos assaltantes quando entrava de carro na garagem. Ele estava com a mulher e o filho.

O jogador tentou impedir a invasão dos bandidos na residência, e acabou atingido no peito por um tiro. Espíndola foi levado para o hospital, mas faleceu minutos após dar entrada. O time de Espíndola, o Nueva Chicago, que disputa a Segunda Divisão na Argentina, divulgou um comunicado para informar o ocorrido.

– Lamentamos informar que o nosso jogador Rodrigo Espíndola faleceu há instantes. O Nueva Chicago, através da sua comissão diretiva, se coloca à disposição da família e se soma ao pedido de justiça e esclarecimento do fato. Não há nada que justifique a perda da vida de um jovem com todo o futuro pela frente. Pedimos uma oração em sua memória –, afirmou o vice-presidente do time, Daniel ferreiro.

O atacante Jonathan Calleri, do São Paulo, lamentou a morte do compatriota. “Que injusta é a vida… Que tristeza. Muita força à família de Rodrigo Espíndola neste momento”, escreveu no Twitter.

O meia Walter Montillo, ex-Santos e Cruzeiro, indignou-se: “Meu mais sentido pêsame à família de Rodrigo Espíndola. Até quando vamos seguir assim? Daqui a pouco estarão matando todos”, disse na rede social.

O Boca Juniors também se solidarizou com a família do defensor. A Associação de Futebol Argentina (AFA) se manifestou.

“O presidente Luis Segura, em nome do comitê executivo da Associação do Futebol Argentino e de toda a família de nosso querido esporte, expressa sua dor e comoção pelo assassinato de Rodrigo Espíndola, defensor do clube Nueva Chicago, e envia suas condolências a sua família, pessoas próximas e toda a comunidade da instituição. A AFA se põe à disposição e se junta ao pedido de justiça”, diz a entidade.

Extra

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview