header top bar

section content

Com raça, Fla bate Ponte de virada e encerra tabu de 11 anos diante do rival

Na estreia como técnico profissional, Zé Ricardo vê Rubro-Negro conseguir segunda vitória no Brasileirão mesmo jogando com um homem a menos em boa parte do 2ºt

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

29/05/2016 às 13h57

Técnico Zé Ricardo abraça Jorge após gol da virada do Flamengo sobre a Ponte Preta (Foto: Agência Estado)

Após uma semana conturbada, com direito a demissão do técnico Muricy Ramalho e discussão entre jogadores e torcedores, o Flamengo voltou a vencer no Brasileirão neste domingo. Mesmo fora de casa, o Rubro-Negro jogou com raça e bateu a Ponte Preta por 2 a 1, de virada, acabando com um tabu de 11 anos sem superar a Macaca. Os gols do suado triunfo no estádio Moisés Lucarelli, que marcou a estreia do técnico Zé Ricardo nos profissionais do time carioca, foram marcados por Felipe Azevedo (contra) e Jorge. Wellington Paulista descontou para a equipe de Campinas, que amargou sua segunda derrota na competição.

Com o resultado, o Flamengo, que jogou mais da metade do segundo tempo sem um jogador (Fernandinho foi expulso aos 16), chegou aos sete pontos e pulou para quinta posição. A Ponte, por sua vez, permaneceu com quatro pontos, caindo para 15ª posição. Na próxima quinta-feira, pela quinta rodada, o Rubro-Negro recebe o Vitória em Volta Redonda, enquanto a Ponte Preta visita o América-MG em Belo Horizonte.

Ponte começa pressionando e marca

Com uma formação mais ofensiva, tendo Roger e Wellington Paulista na frente, a Ponte Preta começou a partida encurralando o Flamengo, que parecia sentir a semana conturbada que culminou com a demissão do técnico Muricy Ramalho. Logo aos três, Wellington Paulista arriscou de longe e assustou o goleiro Muralha, que substituía o contundido Paulo Víctor. Na sequencia, foi a vez de Roger carimbar o travessão do ex-arqueiro do Figueirense.

Sem conseguir sequer passar do meio de campo, o Flamengo, comandado pelo estreante Zé Ricardo, viu sua defesa ruir aos 12. Após cruzamento de Reinaldo, Wellington Paulista subiu mais que a zaga rubro-negra e colocou no fundo da rede. O auxiliar Jorge Eduardo Bernardi chegou a anular o lance alegando impedimento, no entanto, voltou atrás após perceber que marcara a posição irregular de Fabio Ferreira, que não participou da jogada, e avisou ao juiz Anderson Daronco que validou o lance.

Fla empata em mais um gol confuso

Com a vantagem, a Macaca diminuiu um pouco o ritmo e acabou sofrendo o empate em mais um lance confuso na partida. Aos 20, Alan Patrick cobrou falta para a área, a bola desviou em Felipe Azevedo e entrou no canto do goleiro João Carlos. Assim como no gol da Ponte, o auxiliar, desta vez Helton Nunes, chegou a anular o lance marcando um impedimento de Willian Arão. Mas voltou atrás após perceber que a bola desviara em Felipe Azevedo, e não no volante rubro-negro.

O gol animou os visitantes, que equilibraram a partida e quase desempataram em duas oportunidades com Alan Patrick. João Carlos, entretanto, parou o meia rubro-negro em ambas.

Fla vira com golaço de Jorge

Mas aos 42 não teve jeito para o goleiro ponte-pretano.  Alan Patrick bateu escanteio, João Carlos cortou e a bola sobrou para Jorge na entrada da área. Sem a deixar cair, o lateral-esquerdo do Fla pegou de primeira e fez um golaço virando a partida (assista no vídeo abaixo).

Na volta para o segundo tempo, o técnico Eduardo Baptista promoveu duas mudanças na Ponte Preta: saíram Wellington Paulista e Ravanelli, e entraram, respectivamente, Pottker e Cristian. As trocas deixaram a Macaca com mais velocidade e toque de bola na pressão ao adversário em busca do empate, enquanto o Flamengo, com a vantagem nas mãos, procurava cadenciar a partida.

Aos 16, Fernandinho levou o segundo amarelo e acabou expulso. Com um homem a mais, a Ponte Preta passou a pressionar ainda mais. Na base da raça e também com inteligência ao cozinhar o jogo sempre que podia – além de uma defesa salvadora de Muralha nos acréscimos após um voleio de Felipe Azevedo -, o Flamengo conseguiu segurar o resultado e, após três jogos sem triunfos (incluindo Copa do Brasil), voltou a celebrar uma vitória.

GE

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!