header top bar

section content

Presidente do CSP acredita em recuperação do Sousa e valorização de seus atletas

Quatro jogadores do CSP e o técnico Tazinho estão disputando a Série D pelo Sousa

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

23/06/2016 às 09h55

Sousa perde para o América-PE na segunda rodada da Série D do Campeonato Brasileiro (Foto: Dilvulgação / América-PE)

Acostumado a negociar jogadores, o presidente do CSP, Josivaldo Alves, diz não estar preocupado com o momento atual por que passa o Sousa na Série D do Campeonato Brasileiro. Isto porque o Tigre de João Pessoa emprestou ao Dinossauro quatro jogadores e  ainda cedeu o técnico Tazinho para comandar a equipe na disputa da competição nacional.

A intenção do presidente do CSP é fazer com que seus jogadores mostrem seu trabalho a outras equipes e não fiquem desempregados ao fim do Campeonato Paraibano. Tanto que o CSP emprestou o zagueiro Luiz Paulo, os volantes Peu e Walber, e o meia Leandro ao Sousa para a disputa do Brasileiro da Série D, além do técnico Tazinho.

Mas diante do início ruim do na competição nacional, com a derrota em casa por 2 a 0 para o Globo FC na primeira rodada e o revés diante do América-PE por 2 a 1 no último domingo, o presidente do Tigre constata que neste momento os jogadores emprestados vão sofrer uma desvalorização. No entanto, ele acredita que isto é algo comum, por conta do momento que vive a equipe sertaneja.

– Claro que diante deste início ruim do Sousa, vai ocorrer uma desvalorização natural dos jogadores. O futebol é resultado e isto também influencia na hora de negociar jogadores – disse Josivaldo Alves.

Com experiência no mundo da bola, Josivaldo Alves está otimista com a campanha do Sousa e espera uma reação da equipe nos próximos quatro jogos que tem por fazer na primeira fase da Série D. O Dinossauro enfrenta o Galícia no próximo domingo, no Estádio Marizão.

– Neste momento o Sousa está enfrentando uma fase negativa, mas acredito que eles vão conseguir superar esse momento negativo e lutar pela classificação. Afinal, faltam quatro jogos e no futebol as coisas mudam muito rápido – comentou o presidente do CSP.

Sem disputar competições no segundo semestre deste ano, portanto, o destino de outros jogadores do time vai ser a disputa da 2ª divisão do Paraibano. Isto porque CSP e Nacional de Patos mantém conversas avançadas sobre o empréstimo de alguns jogadores para a composição do elenco do Canário do Sertão.

O CSP é conhecido por exportar muitos atletas para outros clubes e um dos últimos jogadores negociados pelo clube foi o atacante Hélio Paraíba, que está no Criciúma. Ele chamou a atenção do clube jogando o Campeonato Catarinense pelo Guarani de Palhoças e está disputando a Série B do Brasileiro pelo Tigre catarinense, marcando inclusive dois gols na 2ª divisão nacional.

GE

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan