header top bar

section content

27% das comemorações de gols no futebol têm menções religiosas

Foi realizado o levantamento analisando as dez primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

24/06/2016 às 14h28

Bruno Rangel, artilheiro do Brasileirão com 7 gols, costuma comemorar apontando para o céu (Foto: Reprodução/Facebook)

O Campeonato Brasileiro da Série A chegou ao final da décima rodada na última quinta-feira. Foram 249 gols que terminaram em 249 comemorações. Destas, 27,30% tem menções religiosas.

Em 68 oportunidades os jogadores fizeram alguma referência à religião, como sinal da cruz e ajoelhar e apontar para o céu.

Vale lembrar que, desde a Copa do Mundo de 2010, a Fifa se esforça para moderar expressões de fé durante seus eventos. Na época, a entidade máxima do futebol mundial enviou comunicados para as federações pedindo para que os jogadores evitassem comemorações de cunho religioso no momento do gol e após as partidas.

Por outro lado, os românticos estão sumidos do futebol. Antes mania entre os atletas, o famoso coraçãozinho parece aos poucos estar dando adeus. Apenas sete destas comemorações aparecem entre os gols das dez rodadas já disputadas.

O beijo na aliança também é outro que está em baixa nos gramados da Série A do Campeonato Brasileiro. Apenas sete vezes os gols foram comemorados desta maneira. Em uma delas, na partida entre Coritiba e Chapecoense, o zagueiro Rafael Marques ainda fez o ‘embala bebê’, que ficou famoso após Bebeto fazer o gesto na Copa de 1994.

Uma das comemorações mais curiosas foi realizada por Diego Souza, meia do Sport. Nos jogos contra Atlético-MG e Fluminense, o camisa 87 imitou algo parecido com um rinoceronte após marcar gols decisivos nos dois duelos.

Outra celebração diferente aconteceu no clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro, quando Riascos marcou o segundo gol da Raposa e tentou festejar com sua “dança da minhoca”. Mas, rapidamente, os companheiros de equipe o abraçaram para impedir a performance.

Tem jogador que se empolga e comemora de tudo quanto é jeito um único gol. Kieza, do Vitória, é um exemplo. No jogo diante do Corinthians, o atacante fez o gol da vitória rubro-negra e fez de tudo. Vibrou com a torcida, com os companheiros, fez o coraçãozinho e ainda agradeceu aos céus pelo tento salvador.

“Vamos agradecer”

Até os jogos da Série C contam com comemorações religiosas. O Portal da Band presenciou uma destas cenas no jogo entre Portuguesa e Macaé, no estádio do Canindé, pela primeira rodada do nacional.

Como o local não recebeu torcida, em virtude e uma punição à Lusa, foi possível identificar as conversas dos jogadores.

Aos 31 minutos da segunda etapa, Magnum fez o segundo gol carioca e decretou a vitória do Macaé. Na comemoração, o jogador abraçou os companheiros, que gritaram “vamos agradecer, vamos agradecer”. Já ajoelhados e apontando para o céu, eles falavam: “glória a Deus, glória ao senhor”.

Band

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan