header top bar

section content

Atleta de boxe é preso suspeito de estupro na Vila dos Atletas

Crime foi contra duas camareiras no prédio da delegação marroquina. Hassan Saada será transferido para Bangu

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

05/08/2016 às 14h51

Hassan Saada, preso suspeito de estupro contra duas camareiras na Vila Olímpica, representa o Marrocos no boxe (Foto: Reprodução Facebook)

O atleta de boxe marroquino Hassan Saada foi preso, na manhã desta sexta-feira, por agentes da 42ª DP (Recreio) por suspeita de estupro contra duas camareiras que trabalham na Vila dos Atletas, onde estão as delegações de diversos países para as Olimpíadas, na Zona Oeste do Rio. Contra o lutador de 22 anos foi cumprido um mandado de prisão temporária, de 15 dias.

A delegada Carolina Salomão, titular da 42ª DP, disse que, independente da cultura de seu país, o lutador precisava respeitar as leis do Brasil. “Os atletas quando chegam aqui são obrigados a cumprir as leis. Quando vamos para o exterior, temos que cumprir as leis dos outros países. Para nós mulheres é um desrespeito muito grande. (…) Que sirva de lição para outras pessoas que estão aqui na Olimpíada. Nossa lei não permite que nem se encoste nas mulheres”, disse. Ainda segundo a delegada, há informações sobre outros casos de tentativas de estupro dentro da Vila dos Atletas, mas que as possíveis vítimas não prestaram queixa.

Hassan foi preso na Vila dos Atletas, onde estava hospedado com a delegação de seu país. O pedido de prisão foi expedido pela juíza Larissa Nunes Saly, do Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos, após pedido da polícia baseado em provas colhidas pela investigação.

Em depoimento, as camareiras, ambas de 20 anos, relataram os momentos de pavor dentro do apartamento de Hassan. Uma delas fazia a limpeza da sala quando o marroquino foi em sua direção e fez um gesto de que gostaria de beijá-la. Diante da negativa, ele agarrou a jovem à força, que se desvencilhou do boxeador. Ainda de forma gestual, ele levantou a perna e indicou que queria ter relações sexuais com a funcionária da Vila, além de mostrar que queria ser masturbado e que pagaria por isso.

Hassan foi preso por volta das 7h no prédio da delegação marroquina na Vila dos Atletas. Ele não resistiu a prisão e não mostrou surpresa com a presença da polícia. “O marroquino não se surpreendeu e nem ofereceu resistência, provavelmente porque ele já tinha noção do que tinha feito”, contou Salomão. Quem estava na área, também já sabia do que se tratava. “Vieram por causa do estupro, né?”, disse uma pessoa quando viu a polícia.

A polícia aguarda um representante da diplomacia marroquina para que o boxeador possa ser ouvido, que fala somente árabe. Apenas um representante do Ministério das Relações Exteriores do Brasil e um advogado do Consulado do Marrocos estiveram na delegacia. “Meu cliente negou os fatos e disse que teve apenas pequeno contato com as camareiras”, disse Cláudio Bidino de Soza, contratado pelo consulado para defender o pugilista. Entretanto, ele não soube dizer que “pequeno contato” foi esse.

De acordo com a delegada Carolina Salomão, ele responderá por estupro e pode pegar até 10 anos de prisão. A polícia espera somente o resultado da identificação datiloscópica para transferi-lo para o Complexo de Gericinó, em Bangu. Ele teve a sua credencial apreendida e pode ser excluído das Olimpíadas.

Na decisão que expediu a prisão, a juíza ressaltou a importância da detenção por se tratar de um estrangeiro, sem residência fixa no Brasil e que pode fugir. Ela também mostrou indignação com o comportamento do boxeador marroquino.

“É inacreditável que um atleta que deveria vir ao país para passar uma mensagem de espírito olímpico, haja com total desrespeito com quem o acolhe, cometendo atos gravíssimos e repudiados em qualquer lugar do mundo”, disse na sentença.

O boxeador tem uma luta prevista já neste sábado, às 12h30, contra o turco Mehmet Nadir Ünal, de 23 anos. Hassan Saada faz parte da categoria meio-pesado, com peso até 81kg.

O Dia

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan