Esportes
19/10/2016 às 10h41

postado por: C. Campelo

Galvão Bueno diz que jogadores pararam de falar com ele após crítica: ‘Talvez tenha exagerado’

No ‘Programa do Jô’, o narrador recebe puxão de orelha de Jô Soares e se declara para a esposa

Galvão Bueno faz um brinde com o amigo Jô Soares (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Apesar de ter conquistado a tão sonhada medalha de ouro na Olimpíada Rio 2016, a seleção brasileira de futebol amargava um período de maus resultados depois da Copa do Mundo no Brasil. Após decepcionar o torcedor na primeira fase dos Jogos Olímpicos, o time foi alvo de críticas de Galvão Bueno. “Eu torço pela seleção, mas também dou cada pancada”, comentou o narrador no Programa do Jô .

Galvão Bueno comenta narração em prova de Phelps na Olimpíada: ‘Eu juro que ele não ganhou’

Galvão confessou que fez um duro discurso durante a transmissão do Jornal Nacional e que alguns atletas até hoje não estão falando com ele. “Nós íamos para o fundo do poço, mas talvez eu até tenha exagerado na crítica naquele dia”, admitiu.

O depoimento de Galvão Bueno chamou atenção na época, porque ele é um narrador acostumado a elogiar a seleção, tanto que recebeu até um puxão de orelha de Jô Soares durante a entrevista. “Você não receia ter que se desdizer, já que você elogia tanto qualquer um que seja nosso técnico?”, questionou o apresentador.

E por falar em treinador e elogios, o narrador se mostrou muito contente com o recente trabalho apresentado por Tite. “Se você me perguntar quem é o melhor técnico hoje no Brasil, eu te digo que é o Tite sem dúvida nenhuma, porque ele é o mais bem preparado.”

Durante a entrevista, Galvão Bueno e Jô Soares degustaram um espumante produzido pelo narrador e que leva o nome de sua esposa, Desirée. “Eu fiz uma homenagem a essa mulher que fez tão bem a minha vida nesses últimos 16 anos.”

Globo

Deixe seu comentário