header top bar

section content

Santos volta a se interessar por meia Marcos Guilherme, do Atlético-PR

Jogador de 20 anos agrada ao técnico Dorival Júnior. Ele já esteve nos planos do Peixe em junho deste ano, mas o negócio com o Furacão não avançou

Por Estagiário

23/11/2016 às 19h49

Marcos Guilherme interessa ao Santos para a próxima temporada (Foto: Fernando Freire)

Marcos Guilherme interessa ao Santos para a próxima temporada (Foto: Fernando Freire)

O Santos segue em busca de um jogador polivalente para atuar no meio de campo e no ataque em 2017. Ciente da dificuldade de contratar Guerra, do Atlético Nacional, o Peixe está de olho no meia Marcos Guilherme, do Atlético-PR, que agrada ao técnico Dorival Júnior e já esteve na mira anteriormente.

O Alvinegro, porém, sabe que não será simples tirar o jogador do Furacão. Modesto Roma Júnior acredita que o clube paranaense não abrirá mão facilmente de Marcos Guilherme. Em junho deste ano, o Santos cogitou oferecer o meia Rafael Longuine em troca, mas o negócio não avançou.

Como tem contrato com o Atlético-PR até março de 2019, o meia pode ser liberado ao Peixe por empréstimo. Essa, inclusive, é vista como a melhor alternativa pelo Alvinegro, que não vive boa situação financeira para investir em contratações. Com passagens por seleções de base, o Marcos Guilherme é uma das revelações do clube paranaense.

O meia conviveu em 2016 com uma sequência de más atuações e o fim do sonho olímpico. Criticado e perseguido pela torcida, amargou o banco de reservas depois de ser titular absoluto do Atlético em 2015 e perdeu espaço no time. Ao todo, ele tem três gols e uma assistência em 43 jogos no ano (27 deles como titular).

Por causa da falta de sequência, o camisa 10 ficou fora da lista para a disputa da Olimpíadas. A convocação para a Seleção era um projeto tanto do jogador quanto do próprio clube, que buscava a valorização para uma futura negociação.

O jovem de Itararé-SP carrega o peso de ter sido apontado pelo então presidente do Atlético-PR, Mario Celso Petraglia, como a maior revelação das categorias de base do clube em uma entrevista ainda em 2012.

Além de um meia, que não é a prioridade para o Santos em 2017, a diretoria busca um zagueiro, um atacante que atue pelos lados e um centroavante. A comissão técnica entende que cada uma dessas posições tem carências que precisam ser reforçadas para a Libertadores de 2017. Lucão, do São Paulo, para a zaga, e Berrío, do Atlético Nacional, para o ataque, são dois nomes que já negociam com o Alvinegro.

GLOBO ESPORTE

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview