Esportes
23/11/2016 às 19h49

postado por: Estagiário

Santos volta a se interessar por meia Marcos Guilherme, do Atlético-PR

Jogador de 20 anos agrada ao técnico Dorival Júnior. Ele já esteve nos planos do Peixe em junho deste ano, mas o negócio com o Furacão não avançou

Marcos Guilherme interessa ao Santos para a próxima temporada (Foto: Fernando Freire)

Marcos Guilherme interessa ao Santos para a próxima temporada (Foto: Fernando Freire)

O Santos segue em busca de um jogador polivalente para atuar no meio de campo e no ataque em 2017. Ciente da dificuldade de contratar Guerra, do Atlético Nacional, o Peixe está de olho no meia Marcos Guilherme, do Atlético-PR, que agrada ao técnico Dorival Júnior e já esteve na mira anteriormente.

O Alvinegro, porém, sabe que não será simples tirar o jogador do Furacão. Modesto Roma Júnior acredita que o clube paranaense não abrirá mão facilmente de Marcos Guilherme. Em junho deste ano, o Santos cogitou oferecer o meia Rafael Longuine em troca, mas o negócio não avançou.

Como tem contrato com o Atlético-PR até março de 2019, o meia pode ser liberado ao Peixe por empréstimo. Essa, inclusive, é vista como a melhor alternativa pelo Alvinegro, que não vive boa situação financeira para investir em contratações. Com passagens por seleções de base, o Marcos Guilherme é uma das revelações do clube paranaense.

O meia conviveu em 2016 com uma sequência de más atuações e o fim do sonho olímpico. Criticado e perseguido pela torcida, amargou o banco de reservas depois de ser titular absoluto do Atlético em 2015 e perdeu espaço no time. Ao todo, ele tem três gols e uma assistência em 43 jogos no ano (27 deles como titular).

Por causa da falta de sequência, o camisa 10 ficou fora da lista para a disputa da Olimpíadas. A convocação para a Seleção era um projeto tanto do jogador quanto do próprio clube, que buscava a valorização para uma futura negociação.

O jovem de Itararé-SP carrega o peso de ter sido apontado pelo então presidente do Atlético-PR, Mario Celso Petraglia, como a maior revelação das categorias de base do clube em uma entrevista ainda em 2012.

Além de um meia, que não é a prioridade para o Santos em 2017, a diretoria busca um zagueiro, um atacante que atue pelos lados e um centroavante. A comissão técnica entende que cada uma dessas posições tem carências que precisam ser reforçadas para a Libertadores de 2017. Lucão, do São Paulo, para a zaga, e Berrío, do Atlético Nacional, para o ataque, são dois nomes que já negociam com o Alvinegro.

GLOBO ESPORTE

Deixe seu comentário




Mais Esportes