header top bar

section content

Tricolores que hostilizaram torcedores do Inter podem pegar 3 anos

Dupla foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro

Por Henrique

14/12/2016 às 06h40 • atualizado em 14/12/2016 às 00h32

Torcedor do Inter é ameaçado (Foto: Reprodução)

O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com denúncia contra Bruno Vargas da Costa e Antonio Neto, os dois tricolores que aparecem em um vídeo hostilizando três torcedores do Inter em trem da SuperVia do Rio de Janeirode, no domingo, após partida entre o Fluminense e o Colorado.

Eles foram enquadrados nos artigos 41-B da Lei nº 10.671/03 (promover tumulto, praticar ou incitar a violência num raio de 5.000 (cinco mil) metros ao redor do local de realização do evento esportivo, ou durante o trajeto de ida e volta do local da realização do evento);e artigo 140 (Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro).

As penas variam de um a dois anos de prisão, além de multa, para o primeiro artigo e detenção de até um ano, também com multa, para o segundo.

Ainda no domingo, um dos torcedores foi identificado e teve uma série de dados pessoais divulgados na internet, como número de telefone e endereço. Ele ainda teve a página pessoal do Facebook excluída ou bloqueada.

Confira o vídeo aqui!

Notícias ao Minuto

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor