header top bar

section content

Micale é demitido pela CBF após não classificar o Brasil ao Mundial Sub-20

Fracasso no Sul-Americano do Equador custa o cargo do treinador seis meses após inédito ouro olímpico no Rio de Janeiro. Sylvinho é cotado para substitui-lo no posto

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

20/02/2017 às 16h18

Há pouco mais de seis meses Micale era campeão olímpico com o Brasil no Rio de Janeiro (Foto: Reuters)

Pouco mais de seis meses depois de levar a Seleção ao inédito ouro olímpico, Rogério Micale foi demitido pela CBF nesta segunda-feira. O treinador não resistiu à campanha no Sul-Americano Sub-20, em que o Brasil terminou na quinta colocação e sequer se classificou para o Mundial da categoria, e foi desligado do cargo, assim como o coordenador das categorias de base, Erasmo Damiani. Os novos profissionais serão indicados por Edu Gaspar, coordenador da principal.

Damiani foi o primeiro a cair, ainda na semana passada, logo após retornar do Sul-Americano. Já Micale seguiu do Equador para Monaco, para participar da premiação do Laureus (na qual a seleção brasileira concorria indicada ao posto de melhor time do ano de 2016).

De volta ao Brasil, o técnico se reuniu com o presidente da CBF, Marco Polo del Nero, que sacramentou a saída, assim como outros integrantes da comissão técnica que acompanhavam o treinador. Foram os casos de Rogerio Maia (preparador de goleiros), Paulo Xavier (coordenador de scout), Gustavo Copertino (administrador) e Vinicius Costa (supervisor).

A CBF estuda agora quem ficará na coordenação das seleções brasileira de base. Existe a possibilidade de Sylvinho ser chamado para a vaga de Micale no comando técnico da seleção sub-20 e Alessandro assumir a coordenação das seleções de base, no lugar de Damiani.

Há também a chance de Sylvinho acumular o cargo de coordenador e treinador da sub-20, o que alteraria a estrutura de base das seleções. A seu favor, pesam o conhecimento e bom relacionamento com Tite, de quem é auxiliar na seleção brasileira. Sua inexperiência na base, porém, joga contra, além do fato de residir, atualmente, em Milão.

Menos de dois anos de Micale na Seleção
O treinador chegou à CBF em maio de 2015, às vésperas do Mundial Sub-20, onde teve que treinar a seleção convocada por Gallo, demitido de vez. O sucessor levou o Brasil ao segundo lugar na Nova Zelândia, perdendo a final para a Sérvia. Após a demissão de Dunga na equipe principal, Micale assumiu também a missão de treinar a seleção nos Jogos Olímpicos do Rio, quando conseguiu a inédita medalha de ouro do Brasil no futebol.

Após o sucesso na Rio 2016, Micale renovou contrato com a CBF para o ciclo olímpico de 2020, recusou propostas de clubes e, ao final de 2016, se mudou para o Rio de Janeiro para ficar mais próximo do dia a dia da Seleção. Só que bastou o fracasso no Sul-Americano Sub-20 para jogar tudo por terra.

Após avançar na primeira fase com uma rodada de antecedência, o Brasil não conseguiu se encontrar no hexagonal final, onde venceu apenas uma das cinco partidas, e ficou fora do Mundial Sub-20 pela terceira vez na história após empatar com a já eliminada Colômbia na última rodada.

GE

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan