header top bar

section content

Autódromo de Ímola homenageará Ayrton Senna no dia do aniversário da sua morte

Piloto brasileiro bateu seu carro no GP italiano em 1º de maio de 1994

Por Luzia de Sousa

30/04/2017 às 11h30

Reprodução / Facebook Ayrton Senna morreu no dia 1º de maio de 1994 após sofrer acidente no GP italiano de Ímola

O autódromo italiano de Ímola, localizado na província de Bolonha, cenário da corrida mais trágica da história da Fórmula 1, abrirá sua pista ao público em homenagem aos 23 anos da morte do piloto brasileiro Ayrton Senna.

O evento será realizado na próxima segunda-feira, dia 1º de maio, data em que aconteceu o acidente de Ayrton Senna na temida curva Tamburello. Os organizadores decidiram expor na pista o lendário Kart com o número “17” que lançou o piloto no automobilismo internacional.

Na época piloto da Mclaren, Senna aparece com Luca Cordero di Montezemolo, então presidente da Ferrari, conversando num jantar. Foto: DivulgaçãoSenna jovem se prepara para fazer rafting em corredeiras perto de Ottawa, no Canadá. Antes do GP de Montreal, em 1984, seu ano de estreia na F1, com a Toleman.

A prova foi no circuito de Jacarepaguá e abriu a temporada. Foto: DivulgaçãoOs amores de Ayrton Senna também estão em destaque. A ex-mulher Líliam Vasconcelos, Xuxa e Adriane Galisteu estão presentes. Foto: DivulgaçãoSenna raramente estava sem o capacete no grid de largada. Ercole Colombo fotografou o piloto poucos momentos antes da partida de seu último grande prêmio. Normalmente concentrado, Senna aparece inquieto. Foto: Divulgação Dentro do box da Ferrari, durante o GP da Bélgica, em 1992, Senna joga um pedaço de bolo no rosto do aniversariante, Gherard Berger, piloto austríaco e seu grande

Outras atrações
No mesmo dia, a partir das 16h30 (horário local), no terraço do museu “Checco Costa”, no próprio autódromo, será possível desfrutar da exposição sobre a Fórmula 1, onde a história de Senna é contada por Gian Carlo Minardi, fundador e ex-diretor da extinta equipe Minardi, e pelo jornalista Andrea Cordovani, inspirados pelas imagens do fotojornalista Angelo Orsi, o qual acompanhou o brasileiro durante 11 anos.

Vídeos inéditos
Domingo, 1º de maio de 1994, um dos dias mais tristes da história do esporte brasileiro e mundial. Após forte batida durante o Grande Prêmio de San Marino de Fórmula 1, Senna não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, deixando os fãs do automobilismo em choque.

Naquela ocasião, o norueguês Thomas Gronvold assistiu à corrida das arquibancadas do circuito e fez uma série de gravações amadoras, a princípio despretensiosas, e que hoje, quase 23 anos depois, ganham um valor histórico inestimável. Nos vídeos é possível ver Ayrton Senna nos boxes, seu desempenho na pista, o acidente de Pedro Lamy com JJ Lehto e as voltas anteriores ao fatídico acidente, bem como os bastidores.

Ig

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview