header top bar

section content

Cresce a procura por Clube de Tiros de Cajazeiras; cidade pode sediar campeonato estadual

Para instrutor, Clube de Tiros agrega não apenas valor esportivo, mas também pode potencializar o turismo em Cajazeiras

Por

19/10/2015 às 16h42

Cresce a procura por Clube de Tiros de Cajazeiras

Um grupo de profissionais liberais da cidade de Cajazeiras criou recentemente o Clube de Tiros de Cajazeiras (CTC), com a finalidade de treinar pessoas para o uso correto de armas de fogo para fins esportivos e de lazer, bem como para defesa pessoal em situações de extrema necessidade. Nesse último caso o curso é voltado para quem tem porte de arma de fogo.

No último final de semana os associados receberam um curso de orientações de prática e manuseio do equipamento ministrado pelo major Pablo Cunha, comandante da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar em Cabedelo. Ele ensinou aos participantes conhecimentos técnicos para o uso das armas em campeonatos de tiro ao alvo que acontecem no país e para casos de defesa.

Major Pablo destacou que no primeiro contato os alunos recebem informações de regras operacionais, porte, manuseio e segurança, regras de conduta, regras de preservação ambiental e a partir daí passam para regras especificas e refinamento no estande de tiros.

“Esse é um curso básico para iniciação no tiro pratico. Exige se adequar às normas de segurança e às normas que são correlatas ao esporte de tiro. Cajazeiras sai na frente porque a gente já está marcando uma das etapas do Campeonato Paraibano. Isso agrega não apenas o valor do esporte, mas também outros valores como o cunho turístico”, destacou.

O Clube de Tiros de Cajazeiras conta hoje com 32 sócios e para participar é preciso que o postulante a membro seja indicado por um associado e em seguida passe por uma avaliação por parte da direção.

Segundo o vice-presidente Ribeiro, o clube se torna também um momento de confraternização familiar e de amigos. Mas apesar disso, ele ressaltou que o tiro esportivo ainda sofre preconceito no país.

“Realmente tem algumas pessoas que acham que isso não é um esporte e é só mais um meio de tornar as pessoas mais violentas. No entanto está comprovado que as pessoas que praticam esse esporte se tornam mais conscientes do perigo que uma arma pode trazer. Aqui nós viramos uma grande família, e em primeiro lugar vem o lazer, a recreação e o esporte.”

Assista a reportagem da TV Diário do Sertão sobre Clube de Tiros

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!