header top bar

section content

Justiça condena Timão a pagar quase R$ 3 milhões a empresários de jogador

Corinthians terá de desembolsar valor após atrasar seis parcelas do pagamento pela compra de 32,5% dos direitos. Futuro do volante no clube é incerto

Por

29/05/2015 às 07h30

Ralf durante treino do Timão no CT (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

Enquanto tenta economizar dinheiro com as saídas de Emerson e Guerrero, o Corinthians tem agora uma nova despesa. E não é pequena. O clube foi condenado a pagar R$2.797.813,42 aos empresários Alisson Garcia Costa e André Vieira Costa, responsáveis por gerir a carreira do volante Ralf. O valor terá acréscimo de 1% ao mês caso a diretoria o atrase o pagamento.

No mês passado, o departamento jurídico do Timão ainda tentou um acordo, mas as partes não chegaram a números satisfatórios. Ralf declarou que seus representantes haviam retirado a ação depois que o clube pagou cinco dos nove meses que tinha a receber de direitos de imagem. Isso, porém, não aconteceu, e a disputa continuou nos tribunais até que a decisão fosse tomada, na quarta-feira. 

Em 2012, ano em que conquistou a Taça Libertadores e o Mundial de Clubes, Ralf vivia grande fase e recebeu uma proposta de € 4 milhões da Fiorentina, da Itália. A diretoria do Timão recusou a oferta, mas se comprometeu a adquirir a parte dos direitos que pertencia aos agentes – 32,5% por € 1,9 milhão. 

No acordo, ficou determinado que o Corinthians pagaria € 245 mil à vista e outras 12 parcelas de € 140 mil, com vencimento em julho de 2013. O clube cumpriu a decisão até a sétima parcela. As outras seis restantes estão atrasadas. É esse valor que os agentes cobravam na justiça.  

O Corinthians não sabe como pagará o montante. O clube passa por uma grave crise financeira e tenta diminuir seus custos. Só com a folha salarial do futebol, o Alvinegro desembolsa cerca de R$ 10 milhões mensais. Em julho, receberá R$ 3,5 milhões pela venda do meia Matheus Cassini para o Palermo, da Itália. 

Ralf tem contrato com o Corinthians até o fim de 2015 e ainda não sabe se ficará. O jogador manifestou que quer permanecer, mas depende do aval da diretoria. Por enquanto, não há negociação. O que pode pesar contra à renovação é o desejo do Timão de renovar e diminuir a média de idade do elenco profissional. 

GE

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula