header top bar

section content

Pezão e Patolino recebem dois meses de suspensão médica após nocautes

Lutadores não podem treinar com contato por pelo menos 45 dias. Seis lutadores recebem 45 dias sem lutar, outros sete só podem lutar no mínimo em um mês

Por

24/02/2015 às 08h00

Antônio Pezão, após sua derrota para Frank Mir: 60 dias de suspensão médica (Foto: Marcelo Baro

Nocauteados no UFC Porto Alegre, no domingo, os lutadores brasileiros Antônio Pezão e William Patolino receberam as suspensões médicas mais longas designadas pela Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) nesta segunda-feira. 

Ambos os atletas brasileiros terão de ficar 60 dias, ou dois meses, sem lutar, além de 45 dias sem treino de contato físico.

Pezão foi nocauteado pelo americano Frank Mir em apenas 1m40s na luta principal do evento, no Ginásio Gigantinho.

Foi o segundo nocaute consecutivo sofrido pelo peso-pesado brasiliense, derrotado por Andrei Arlovski em setembro passado de forma semelhante. William Patolino também recebeu seu segundo nocaute sofrido em sequência ao receber um "Superman Punch" do canadense Matt Dwyer aos 3m14s do primeiro round – havia perdido para Neil Magny por nocaute técnico no terceiro round em outubro de 2014.

Seis lutadores foram suspensos por 45 dias, com 30 dias sem contato físico: Edson Barboza, Michael Johnson, Cezar Mutante, Santiago Ponzinibbio, Sean Strickland e Tiago Trator. Confira a lista completa de suspensões médicas designadas pela CABMMA:

Antônio Pezão – 60 dias sem lutar, 45 dias sem treino de contato
Frank Mir – 14 dias sem lutar, sete dias sem treino de contato
Edson Barboza – 45 dias sem lutar, 30 dias sem treino de contato
Michael Johnson – 45 dias sem lutar, 30 dias sem treino de contato
Cezar Mutante – 45 dias sem lutar, 30 dias sem treino de contato
Sam Alvey – 14 dias sem lutar, sete dias sem treino de contato
Rustam Khabilov – 30 dias sem lutar, 21 dias sem treino de contato
Adriano Martins – 30 dias sem lutar, 21 dias sem treino de contato
Iuri Marajó – 30 dias sem lutar, 21 dias sem treino de contato
Frankie Saenz – 30 dias sem lutar, 21 dias sem treino de contato  
Santiago Ponzinibbio – 45 dias sem lutar, 30 dias sem treino de contato
Sean Strickland – 45 dias sem lutar, 30 dias sem treino de contato
Jéssica Andrade – 30 dias sem lutar, 21 dias sem treino de contato
Marion Reneau – 14 dias sem lutar, sete dias sem treino de contato
William Patolino – 60 dias sem lutar, 45 dias sem treino de contato
Matt Dwyer – 14 dias sem lutar, sete dias sem treino de contato
Tiago Trator – 45 dias sem lutar, 30 dias sem treino de contato
Mike de La Torre – 14 dias sem lutar, sete dias sem treino de contato 
Douglas D'Silva – 30 dias sem lutar, 21 dias sem treino de contato 
Cody Gibson – 30 dias sem lutar, 21 dias sem treino de contato
Ivan Batman – 14 dias sem lutar, sete dias sem treino de contato
Josh Shockley – 14 dias sem lutar, sete dias sem treino de contato

GE

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires