header top bar

section content

VALHA: Inaugurada primeira igreja luciferiana; Líder diz que não pratica rituais satânicos

O líder da igreja explicou que não se pratica rituais violentos satânicos

Por

02/02/2016 às 18h28

O líder da igreja explicou que não se pratica rituais violentos satânicos

Em 12 de Janeiro de 2016, a equipe do jornalístico e técnico da PSC TV foi a primeira no meio de comunicação em ter acesso a essa igreja, a primeira de seu gênero no mundo, localizada na zona rural de Montenegro, Quindío, Colômbia.

O levantamento de um templo dedicado ao culto do diabo tem causado controvérsia no departamento de Quindío, no oeste da Colômbia.

As Sementes Luciferiana igreja da Luz, uma organização que construiu o templo na cidade de Quimbaya, disse que o projeto vai custar cerca de 400 milhões de pesos (cerca de 22 milhões de dólares) fornecidos por mais de um milhão de membros.

O líder da igreja, Victor Damian Rozo, disse ao Caracol Notícias que não há práticas ou atos degradantes ou violentas na congregação satânica, como alguns meios de comunicação e clero católico têm reclamado por gerar rejeição na sociedade feitas contra sua organização .

Segundo Rozo, adoração da comunidade é graças a um anjo de luz expulso do Paraíso por se rebelar contra Deus, descrevendo-o como “O Grande Ditador”.

A igreja, que é mantida por contribuições voluntárias dos fiéis, planeja sediar uma conferência global que deve atrair mais de 300 adoradores de Lúcifer.

A organização tem a oposição de autoridades locais, liderados pelo padre e atual governador de Quindio, padre Carlos Eduardo Osório, que não considera um culto legal.

FONTE: https://actualidad.rt.com

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor