header top bar

section content

Maranhão descarta privatização da Cagepa

O governador José Maranhão (PMDB) descartou venda da Cagepa para o capital privado. "É uma balela", reagiu, em resposta às declarações do líder da oposição, deputado estadual Manoel Ludgério (PDT), que chamou a atenção para "o ensaio da privatização" da empresa pelo Governo do Estado. “É balela. Eu não quero e nem penso em privatizar […]

Por

22/04/2009 às 23h53

O governador José Maranhão (PMDB) descartou venda da Cagepa para o capital privado. "É uma balela", reagiu, em resposta às declarações do líder da oposição, deputado estadual Manoel Ludgério (PDT), que chamou a atenção para "o ensaio da privatização" da empresa pelo Governo do Estado. “É balela. Eu não quero e nem penso em privatizar a Cagepa”, disparou Maranhão.

Em discurso realizado no final da tarde desta quarta-feira (22.04), durante solenidade no Palácio da Redenção, o governador explicou que teve que privatizar a antiga Saelpa, hoje Energisa, devido à uma "legislação leonina imposta por um governo tucano (numa referência ao ex-presidente FHC, de quem era aliado até o final do governo)".

Segundo o governador, à época, o governo não tinha condições de concorrer com a iniciativa privada. “Hoje temos uma boa empresa. No entanto, se não fosse esta legislação leonina, teríamos continuado com a empresa em poder do Estado”, lembrou.

Da redação do Diário do Sertão
com  Hermes de Luna

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada