header top bar

section content

Governo do Estado estuda esvaziamento de parte das águas do Açude de Boqueirão

O objetivo é prevenir problemas na capacidade de acumulação do reservatório, tendo em vista o aumento no volume de chuvas na região.O processo será o mesmo procedimento feito na barragem de acauã.

Por

19/03/2009 às 12h36

O Governo do Estado está enviando, nesta quinta-feira (19), ao Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), estudo do esvaziamento de parte das águas do Açude Engenheiro Ávidos, localizado no município de Cajazeiras.

O objetivo é prevenir problemas na capacidade de acumulação do reservatório, tendo em vista o aumento no volume de chuvas na região.O processo será realizado com a utilização do mesmo procedimento que foi aplicado na ocasião da abertura das comportas da Barragem de Acauã, no início deste mês.

De acordo com o diretor técnico da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Valdísio Diniz, a população deve ficar tranquila, pois esse procedimento vai esvaziar um pouco as águas do açude, melhorando assim a sua capacidade de armazenamento durante o aumento das chuvas decorrentes do inverno. Ele explica, ainda, que como a responsabilidade do Açude Engenheiro Ávidos é do Dnocs, os técnicos da Aesa fizeram o estudo sobre a possibilidade de abertura das comportas a título de parceria e sugestão.

Valdísio Diniz informa ainda que o Governo do Estado está utilizando esse procedimento por estar preocupado em conter as cheias, devido a promessa de chuvas acima da média para o inverno deste ano. “Todo o processo será realizado com o acompanhamento de técnicos do Dnocs e da Defesa Civil Estadual. Portanto, isso não causará nenhum tipo de danos à população, nem tão pouco provocará enchentes no Rio Piranhas", enfatiza.

A inspeção no Açude Engenheiro Ávidos foi determinada pelo Ministério Público Federal para o dia 25 próximo. Ela deve ser feita por engenheiros do Dnocs e acompanhada por engenheiro do Ministério Público Federal. Os técnicos terão um prazo determinado para corrigir dois buracos constatados na última inspeção realizada pelo próprio Dnocs. Além dos problemas na estrutura, o órgão também deverá firmar convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), para realizar estudos geológicos e geofísicos no local da barragem.

Da secretaria de Comunicação do Estado

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!