header top bar

section content

MORTE DA ATENDENTE DE TELEMARKETING: Polícia investiga crime passional e vai ouvir ex-companheiro

O objetivo da manifestação é exigir que providências sejam tomadas para que casos como o de Suênia não voltem a acontecer.

Por

15/01/2016 às 09h09

Polícia investiga crime passional

O secretário de Segurança Pública, Cláudio Lima, informou hoje (14)  que a polícia não trabalha apenas com a hipótese de ‘bala perdida’ na investigação que apura a morte da atendente de telemarketing, Suênia Sousa, 23 anos, morta por bala no tórax, no estacionamento de um call center no qual trabalhava no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, na última quinta-feira (07). “Trabalhamos em todas as linhas, inclusive, de crime passional”, revelou.

De acordo com o secretário, a família de Suênia  denunciou que ela vivia em conflito com o ex-companheiro.

Já o superintendente regional da Polícia Civil, Marcos Paulo Vilela, disse que está aguardando o laudo cadavérico para fechar algumas questões, como, por exemplo, o número de tiros sofridos pela atendente de telemarketing. “Estamos também aguardando o resultado do laudo pericial sobre os tiros nas paredes do estabelecimento.

Segundo Marcos Paulo, não está descartada nenhuma hipótese, seja de latrocínio, execução ou crime encomendado. “Posso adiantar a vocês que as investigações estão bem adiantadas e que muitas pessoas foram ouvidas”, disse.

Ainda de acordo com o superintendente da polícia, as imagens das câmaras de segurança do local e de outras área já foram analisadas.

Hoje, familiares de Suênia e o Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado da Paraíba (Sinttel-PB), realizam a partir das 19h, manifestação em defesa do aumento da segurança para os funcionários de Call Centers.

O objetivo da manifestação é exigir que providências sejam tomadas para que casos como o de Suênia não voltem a acontecer.

A secretária de Mulheres Trabalhadoras da CUT-PB, Luzenira Linhares, defendeu a incorporação das empresas privadas aos poderes públicos na luta pelo fortalecimento de políticas de segurança que combatam à crescente violência urbana. 

Do Clickpb

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares