header top bar

section content

Polícia prende mãe e filha por fraude de mais de R$ 200 mil contra idosa em João Pessoa

A família só descobriu a fraude quando foi informada que a idosa havia sido internada em um hospital.

Por Luzia de Sousa

30/05/2016 às 16h17

Polícia Civil da Paraíba prende mãe e filha na Paraíba

Polícia Civil da Paraíba prende mãe e filha na Paraíba

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa – DDF, prendeu nesta segunda-feira (30) duas mulheres suspeitas de praticarem fraude contra uma idosa cujos valores somam mais de R$ 200 mil. Foram presas em flagrante a cuidadora da idosa, Doralice Pereira de Lira, 69 anos, e a filha dela, Jamile Pereira de Lira, 25 anos. As prisões aconteceram no bairro Jardim Cidade Universitária, em João Pessoa.

Segundo o delegado Lucas Sá, da DDF, a vítima é uma professora aposentada de 81 anos, que morava sozinha no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa. A suspeita Doralice Pereira de Lira era conhecida da família, o que fez com que ganhasse a confiança da vítima e fosse contratada a trabalhar como cuidadora da idosa. “As suspeitas utilizaram o cartão de crédito da idosa para diversas compras pessoais, além de contratarem valores altos junto à instituição bancária, antecipando a aposentadoria da idosa e contratando empréstimos de alto valor, sendo um deles no valor superior a R$ 100 mil, mas a fraude já acumula um valor superior a R$ 200 mil”, esclareceu o delegado.

A família só descobriu a fraude quando foi informada que a idosa havia sido internada em um hospital, ocasião na qual passou a ter um contato mais próximo com ela, tomando conhecimento de toda a conduta praticada. “Ela estava com a saúde bastante fragilizada, era solteira e sem filhos. Como residia sozinha, foi convencida a contratar uma cuidadora, que depois a convenceu também a abrir uma conta corrente na Caixa Econômica Federal e a emitir uma procuração, para que as suspeitas conseguissem movimentar a conta livremente”, relatou.

Ainda segundo o delegado Lucas Sá, após a denúncia, a DDF passou a investigar as suspeitas, descobrindo seus possíveis endereços, confirmando junto à instituição financeira a atividade das contas e as movimentações bancárias em atividade, conseguindo localizá-las e prendê-las em flagrante em um apartamento situado no bairro Jardim Cidade Universitária, em João Pessoa. As suspeitas ficarão na carceragem da Central de Polícia, aguardando o encaminhamento à audiência de custódia, que decidirá se elas irão ao presídio ou se responderão pelas fraudes em liberdade.

O delegado Lucas Sá disse ainda que a população pode ajudar a Polícia a combater o crime informando sobre atitudes suspeitas. Quaisquer denúncias poderão ser encaminhadas à DDF por meio do disque denúncia da Polícia Civil pelo número 197. A ligação é gratuita e é garantido o sigilo absoluto.

Secom

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!