header top bar

section content

Paraibana de 18 anos é assassinada pelo ex-namorado no Rio de Janeiro

A jovem Bianca Estevam, de 18 anos, natural da cidade de Santa Rita na Paraíba, morreu após ser asfixiada com um fio de telefone

Por Luzia de Sousa

22/07/2016 às 11h36

A morte da jovem Bianca Silva Estevam, 18 anos, que morreu asfixiada por um fio de telefone pelo namorado, já era uma tragédia anunciada, de acordo com o padrasto da vítima Adriano de Lima Domingos, 37. Ele relatou que o namorado da enteada, Douglas Fernandes, “é um cara frio e calculista”.

“O comportamento dele já dizia isso. Ele não falava nada e só ficava pelos cantos observando. Tudo que ele fez foi premeditado. Eu sabia que isso ia acontecer. Já tinha alertado a minha mulher. Não pude impedir porque eu não morava na mesma casa”.

De acordo com Adriano, ele saiu da casa em que morava com a mãe da vítima, Ana Maria Silva do Nascimento, 43 anos, justamente por ter se desentendido com Bianca por conta do namorado. “Ele aproveitou que não tinha ninguém em casa e foi lá falar com ela na tentativa de dar um último beijo, ou reatar o namoro. Aí aproveitou para matá-la”, contou o motorista.

A mudança de comportamento da vítima foi nítida, ainda segundo o padrasto. Bianca não falava mais com ele e nem com sua mãe. No Natal de 2014, a jovem havia sido agredida por Douglas com um soco. Eles namoravam há pouco mais de um ano. “Quando a Bianca começou a namorar com ele, ela parou de falar comigo e com a mãe. Ela era uma menina muito estudiosa, queria fazer faculdade de nutrição e que iria viajar para a Itália e levar a mãe para passear”.

A vítima havia contado para o padrasto que conheceu Douglas no curso de inglês. “Ela conheceu esse lixo em Bonsucesso”. A gente não sabia nada da vida dele, só que ele morava em Inhaúma”.

A mãe de Bianca foi a primeira a ver o corpo quando entrou no quarto da filha. Ela contou que teve dificuldade de entrar no local, pois um móvel atrapalhava a entrada no quarto. Douglas, após cometer o crime, tentou se matar com chumbinho. Ele foi encontrado agonizando no quarto da mãe da vítima.

A mãe em estado de choque não quis falar com a imprensa e também não foi tratar da liberação do corpo. Outros familiares estão resolvendo essa questão. O horário e o local do enterro ainda não foi confirmado.

Douglas e Bianca terminaram o relacionamento há cerca de três meses, segundo a polícia, esta é a principal linha de investigação do crime, que aconteceu no fim da tarde desta quarta-feira. Bianca estava sozinha no momento em que foi morta e o suspeito teria planejado a ação.

Segundo a Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital), Douglas Fernandes de Oliveira foi preso pelo crime de feminicídio. Segundo a DH, uma perícia minuciosa foi realizada no local.

Douglas foi levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, onde passou por lavagem estomacal e permanece internado sob custódia. Segundo a unidade, ele não corre risco de morrer.

Nas redes sociais, amigos de Bianca lamentaram a sua trágica morte. “Meu Deus. Onde vamos parar com tanta violência? #QDeusHaTenha”, disse uma amiga. “Que deus ilumine a sua chegada ao céu e que ilumine não só o coração de sua família, como a de todos que sempre irão te amar. Meus sinceros sentimentos a todo”, escreveu outro amigo.

O perfil de Douglas no Facebook foi alvo de pessoas revoltadas com o crime. “Vai pagar tudo!!! A justiça de Deus nunca falha!! Assassinoooooooo”, escreveu uma usuária em uma foto do acusado.

O Dia

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan