header top bar

section content

Polícia Federal volta ao Sertão da Paraíba e prende diretores de Consórcio de Saúde

Em contato com a reportagem, o delegado André Guedes Beltrão, chefe da PF em Patos, confirmou as prisões.

Por Luzia de Sousa

08/11/2016 às 15h41 • atualizado em 08/11/2016 às 15h45

Os diretores do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Piancó foram presos pela Polícia Federal (PF), no final da tarde desta segunda-feira (07), acusados da prática de concussão, que consiste ‘em ato de exigir para si ou para outrem, dinheiro ou vantagem indevida em razão da função exercida’.

Em contato com a reportagem, o delegado André Guedes Beltrão, chefe da PF em Patos, confirmou as prisões e revelou que os acusados foram encaminhados a um presídio da cidade, onde aguardarão por audiência de custódia.

De acordo com delegado, os presos estariam exigindo dinheiro de um empresário para liberarem o repasse de recursos para uma construtora que executa obras do consórcio em Piancó.

Do MaisPB

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula