header top bar

section content

Após bebedeira, homem é esfaqueado por ‘amigo’ em cidade da região de Cajazeiras

Vítima recebeu cerca de quatro facadas, mas deu entrada no hospital consciente

Por Jocivan Pinheiro

13/11/2016 às 20h56 • atualizado em 14/11/2016 às 11h54

Vítima

Vítima Valdemberg Davi Rolim – Foto: aquivo pessoal

Um homem identificado como Valdemberg Davi Rolim, vulgo Vandinho, foi atingido por golpes de faca após uma discussão que aconteceu durante uma bebedeira na tarde deste domingo (13) no município de São João do Rio do Peixe. O fato ocorreu no conjunto Tarcilio Pereira, mais conhecido como Casinhas, próximo à saída para Uiraúna.

Segundo informações do Sargento Nóbrega, que faz parte do policiamento militar de São João do Rio do Peixe, após a discussão o acusado teria ido até a casa de Vandinho armado com uma faca, entrou e desferiu um golpe que teria atingido o braço da vítima.

Mesmo ferido, Vandinho saiu em perseguição ao acusado, mas acabou levando a pior e recebeu pelo menos mais três facadas, duas nas costas e outra em uma das mãos.

Vandinho foi socorrido pelo SAMU para o Hospital Regional de Cajazeiras, onde deu entrada no eixo vermelho. Segundo nos informou a assessoria do hospital, ele apresentava sintomas de embriaguez, mas está consciente e aguarda o resultado do exame de raio x; possivelmente não precisará passar por cirurgias.

A assessoria não confirmou a informação que circula nas redes sociais de que um dos golpes teria atingido um rim da vítima. O acusado, por sua vez, teria foragido após o crime, tomando rumo desconhecido.

DIÁRIO DO SERTÃO com foto de Wlisses Estrela

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula