header top bar

section content

Polícia prende grupo criminoso que agia na divisa da Paraíba com Pernambuco durante ação integrada

A polícia chegou até os suspeitos depois de investigar as denúncias de moradores que informaram sobre a presença de homens armados circulando na localidade.

Por Priscila Belmont

29/11/2016 às 17h10

Mulher é morta e tem corpo incendiado pela filha

Uma ação integrada das Polícias Civil e Militar da Paraíba, juntamente com a Polícia do estado de Pernambuco, resultou na prisão de cinco homens suspeitos de integrar um grupo criminoso responsável por homicídios, tráfico de drogas e prática de assaltos na divisa entre os estados da Paraíba e Pernambuco. O trabalho aconteceu nesta terça-feira (29), no distrito de São Gonçalo, na cidade de Imaculada, área da 16ª Área Integrada de Segurança Pública, que tem como sede o município de Princesa Isabel, no Sertão paraibano. Entre os presos estão dois alagoanos e dois pernambucanos, além de um paraibano.

A polícia chegou até os suspeitos depois de investigar as denúncias de moradores que informaram sobre a presença de homens armados circulando na localidade. A partir daí, foram realizadas algumas diligências e montada a operação. “Durante as investigações conseguimos descobrir onde os suspeitos estavam escondidos: uma casa abandonada no distrito de São Gonçalo. A nossa ação contou com a participação de 70 policiais civis e militares da força tática de Princesa Isabel, além do Grupo Tático Especial de Afogados da Ingazeira, em Pernambuco. Um trabalho exitoso que desarticulou esta quadrilha responsável por vários crimes, entre eles assaltos, tráfico de drogas e homicídios”, explicou o delegado seccional Cristiano Jacques.

Os levantamentos mostram que o grupo criminoso teria assassinado três pessoas e ferido mais três com vários disparos de arma de fogo. O crime foi registrado no domingo (27) no estado de Pernambuco. Nas buscas realizadas na residência onde os suspeitos foram presos, foi encontrada uma lista com nomes de 15 moradores da cidade de Santa Terezinha, no Sertão pernambucano. A suspeita é que estas pessoas estavam ‘marcadas’ para morrer. No local também foram apreendidas pedras de crack, uma substância semelhante à cocaína, maconha, munições de vários calibres, sete armas de fogo, entre pistolas, espingardas e revólveres.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia Seccional de Princesa Isabel, onde foram ouvidos e autuados por tráfico de drogas, associação ao tráfico e porte ilegal de armas. Já em Pernambuco, os homens devem responder pelos três homicídios e as tentativas de assassinato. As drogas e armas apreendidas com os integrantes do grupo criminoso serão encaminhadas para perícia. Os cinco suspeitos vão aguardar a audiência de custódia.

Secom

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor