header top bar

section content

Correspondente da Globo é preso no Carnaval de Salvador após confusão com a PM

Secretaria da Segurança Pública apura ação que envolveu guarnição da PM e jornalistas, acusados de desacato

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

27/02/2017 às 09h44

Correspondente da TV Globo está de férias e estava curtindo o Carnaval com amigo (Foto: Reprodução)

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) determinou a apuração rigorosa de uma situação envolvendo uma patrulha da Polícia Militar e dois jornalistas, entre eles, Felipe Santana, correspondente da TV Globo em Nova York. O caso aconteceu no circuito Osmar (Campo Grande), na noite deste domingo (26).

Segundo a assessoria da SSP, informações preliminares dão conta de que jornalistas e policiais se desentenderam. O caso foi para a Central de Flagrantes do Passeio Público. Os policiais alegam desacato e, os profissionais de imprensa – que não estavam trabalhando –, acusam truculência policial.

Ferido
O segundo jornalista envolvido na situação é Bruno Aversa Dellalata, que teve um ferimento no supercílio e foi encaminhado ao posto médico para atendimento. Em seguida, Bruno foi levado para o Hospital Aliança, onde permanecia em observação até a madrugada desta segunda-feira.

Ainda na noite deste domingo, Santana, que passa férias na Bahia, foi ouvido na Central de Flagrantes. Os militares envolvidos também prestaram depoimentos.

Todos os envolvidos foram encaminhados para fazer exame de corpo de delito, já que dois PMs também apresentaram ferimentos na boca e no braço.

Correio 24 horas

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”