header top bar

section content

Famosa ativista brasileira chora após saber da matança de mais de 30 cachorros no Sertão da Paraíba

A postagem da famosa já ultrapassou 35 mil curtidas e mais de 7 mil comentários.

Por Luzia de Sousa

07/03/2018 às 15h58 • atualizado em 07/03/2018 às 16h05

Ativista pede providências ao caso na Paraíba

A ativista da cidade de São Paulo, Luisa Mell também se revoltou nesta quarta-feira (7) com a matança dos cães na cidade de Igaracy, Sertão da Paraíba. Mais de 30 animais de rua foram sacrificados.

VEJA TAMBÉM!

+ VÍDEO: Secretário do Sertão vira alvo do MP por mandar matar mais 30 cachorros abandonados nas ruas

REVOLTA: Homem mata gato enforcado e sai exibindo animal morto pelas ruas da cidade de Cajazeiras

+ Mulher chora e diz que cachorro de rua foi atingindo com ‘paralelepípedo’ em Cajazeiras; animal morreu

A famosa Luisa Mell utilizou sua rede social Instagram para pedir que autoridades tomem providências com o ocorrido, que vem repercutindo no Brasil inteiro.

No stories, ferramenta do Instagram, Luisa Mell chorou e pediu medidas. “Se não roubassem tanto dinheiro dava pra cuidar de muitos animais”, lamentou.

A postagem da famosa já ultrapassou 35 mil curtidas e mais de 7 mil comentários.

Uma verdadeira chacina de cães aconteceu em Igaracy, Paraíba. E a prefeitura afirma que irá continuar!!! “Vídeos circulando em redes sociais chocaram moradores na cidade de Igaracy, no Vale do Piancó, onde mostram uma verdadeira carnificina com mais de 50 cachorros de ruas e até cachorros domésticos mortos à pauladas e com sinais de envenenamento. O dono de um dos cachorros encontrou o seu animal no meio dos mortos. Nas proximidades do fórum da cidade foram encontrados pelo menos 50 animais mortos à pauladas e com sinais de envenenamento, já que nos vídeos mostram embalagens de produto contendo veneno. Conforme relatos de moradores e donos de alguns dos cachorros, os cães de recolhidos por funcionários da prefeitura são de várias raças. Eles foram mortos no local, próximos a sacos de lixo. Moradores da cidade afirmam que o veneno tinha sido misturado a pedaços de carne para matar os cães. Segundo eles, os alvos não eram apenas cachorros abandonados com doenças, mas também os que tinham dono. . De acordo com o secretário de Saúde da cidade, José Carlos Maia, conhecido como “Zé Cobrinha”, os animais estavam doentes. O secretário ainda afirmou que outros animais de rua, independente do estado de saúde, serão mortos. “Não existe cachorro de rua saudável”, afirmou o secretário ao Portal MaisPB. ??????????? Amigosss me ajudem!!!!!! #chacinadecães #Todoscontraaprefeituradeigaracy #

Uma publicação compartilhada por Luisa mell (@luisamell) em

Entenda
Um caso vem causando revolta na cidade de Igaragy, Sertão da Paraíba. Mais de 30 cachorros foram mortos nessa terça-feira (6), e o secretário de Saúde prefeitura, José Carlos Maia confirmou que foram sacrificados, pois o município não tinha como cuidar dos animais de rua.

O motivo da matança é que os animais estavam abandonados nas ruas, estavam com perfil violento e com doenças. No começo do mês, o vereador Damião Clementino da Silva (Irmão Damião – PSD) requereu na Câmara Municipal providências sobre a situação dos animais, e a resposta da prefeitura foi sacrificar os cães abandonados. O vereador explicou que pediu solução para o caso e a morte dos animais.

DIÁRIO DO SERTÃO

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula