header top bar

section content

G5 poderá aumentar para 7 em CZ

Léa Silva e Moacir podem integrar o grupo de Marcos Barros

Por

01/02/2009 às 10h30

Após as eleições municipais o grupo que era liderado pelo ex-prefeito Carlos Antonio e pelo deputado estadual José Aldemir, andou se desfarcelando com a eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Cajazeiras.

A derrota de Marinho trouxe um desentendimento entre o ex-prefeito Carlos Antonio e  o presidente da Câmara, vereador Marcos Barros, chegando ao ponto de Carlos , indicar dois vereadores da dos Democratas, sendo Léa Silva e Moacir Menezes para participar da chapa adversária do seu grande aliado de quase oito anos, passando a apoiar a chapa de Severino Dantas(PT), que passou oito anos criticando a administração municipal. Mesmo com esta briga interna, Marcos Barros conseguiu se eleger e criou o grupo que foi nominado de G 5, fazendo parte os vereadores, Lopão(DEM), Nilsinho(PSDB) , Chico de Bianô (PP), Humberto Pessoa(PP) e o próprio Marcos(PSDB).

O G 5 tem se fortalecido a cada momento e segundo palavras do verador Chico de Bianô todas as deciões serão tomadas pelo colegiado dos cinco parlamentares mirins para que o grupo continue forte e unido buscando os beneficios para a cidade de Cajazeiras.

Segundo informações, recetemente na capital do estado, o presidente da Casa Otacilio Jurema, vereador Marcos Barros, esteve reunido com a vereadora Léa Silva(DEM) e o vereador Moacir Menezes (DEM), ambos dicidentes do grupo hoje de oposição ao prefeito Léo Abreu(PSB), neste encontro ficou quase tudo definido para o retorno dos dois vereadores as suas origens, segundo as informações, esta aproximação está se dando graças a forma inteligente e dinâmica que Marcos Barros tem tido para com os seus pares no legislativo cajazeirense. Esta reaproximação deverá acontecer após o inicio dos trabalçhos legislativos que está previsto para acontecer no dia 9 de fevereiro, tendo em vista a reforma que esta sendo feita no prédio da Câmara Municipal de Cajazeiras.

Este ano segundo o presidente Marcos Barros, a intenção de legislativo é fazer uma reforma na Lei Orgânica do Município para que seja modernizada e mudado alguns artigos que já se encontram "caducos", objetivando uma nova ordem para a cidade de Cajazeiras.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

XEQUE-MATE

VÍDEO: Vereador de Cajazeiras e educadores esclarecem polêmicas sobre a identidade de gênero nas escolas

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente