header top bar

section content

Portal denuncia compra de votos em Cajazeiras

Uma séria denúncia foi publicada nesta terça-feira (18) pelo portal Flash Cajazeiras, de propriedade de Bruno Lima, acusando a esposa do candidato Léo Abreu (PSB) de compra de votos na campanha eleitoral de Cajazeiras. Sem elementos para corroborar ou não da denúncia, este portal de notícias e informação faz apenas o seu papel de levar […]

Por

19/11/2008 às 01h03

Uma séria denúncia foi publicada nesta terça-feira (18) pelo portal Flash Cajazeiras, de propriedade de Bruno Lima, acusando a esposa do candidato Léo Abreu (PSB) de compra de votos na campanha eleitoral de Cajazeiras.

Sem elementos para corroborar ou não da denúncia, este portal de notícias e informação faz apenas o seu papel de levar ao conhecimento público a denúncia, que abaixo publicamos absolutamente na íntegra:

“Rompendo o silêncio: vítima de compra de voto toma coragem e denuncia Léo Abreu.

A senhora Geralda Gomes, residente nessa cidade de Cajazeiras, em entrevista exclusiva a reportagem do portal Flash Cajazeiras, revelou que denunciou na semana passada, que foi vítima de compra de votos, feita por uma mulher que trabalhava na campanha do candidato eleito, Léo Abreu.

Dona Geralda, estava nas proximidades do supermercado Araújo, centro de Cajazeiras, quando foi surpreendida por uma mulher que lhe perguntou: “O que é que tu tava fazendo doida velha?” , dona Geralda, respondeu: “Estou aqui fazendo umas compras para levar para casa”. Logo em seguida, a mulher lhe disse: “Venha aqui, tome aqui”. E lhe entregou um bilhete escrito a mão, onde dizia: Jaqueline, por favor, atenda essa pessoa nossa.

O bilhete foi entregue por uma mulher chamada Valmida Brandão, que disse para a senhora Geralda, se dirigir até Jaqueline, que é a esposa de Léo Abreu, só que dona Geralda não sabia onde era, daí ela disse: “Vá até a farmácia de Francimar e pergunte“. Dona Geralda, se dirijiu então até a farmácia, ao chegar lá, perguntou quem era Jaqueline, e a mesma se apresentou e pegou o bilhete, leu e logo após devolveu a dona Geralda.

Na semana passada, dona Geralda, resolveu denunciar o ocorrido ao ministério público de Cajazeiras. Dona Geralda, foi ouvida pela promotora e pelo delegado da comarca de Cajazeiras, onde a mesma entregou o bilhete e foi pegado o seu depoimento. No dia do fato ocorrido, estava presente uma amiga de dona Geralda, que presenteou tudo, e que será ouvida pela promotora e pelo delegado nos próximos dias, para que seja dada entrada no processo de cassação de mandato do candidato eleito, Léo Abreu, pelo crime de compra de votos no período eleitoral na cidade de Cajazeiras.

Quantas pessoas foram vítimas, deste ato medíocre e vil, que fere a constitucionalidade eleitoral?

Será que você cidadão, vai se calar pra esta prática de crime?

Não seja conivente com isto, rompa seu silêncio. Seja um parceiro da honestidade e da verdadeira democracia, denuncie, para que depois, não venha a sofrer 4 anos.”

O leitor do portal, agora, faça o seu julgamento!

Do portal Flash Cajazeiras

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda