header top bar

section content

Em entrevista, Léo volta a reclamar da transição e chama Carlos de mentiroso

Em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, após o anúncio dos secretários, Léo mostrou que continua bastante irritado com a lentidão do processo. “Transição não existe. Estamos fazendo...

Por

12/11/2008 às 17h35

Para variar, o prefeito eleito de Cajazeiras, Léo Abreu, aproveitou a solenidade de anúncio do seu secretariado, nesta segunda-feira (10), e voltou a alfinetar o prefeito Carlos Antonio, acusado por ele de estar dificultando propositalmente a transição de governo.

Em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, após o anúncio dos secretários, Léo mostrou que continua bastante irritado com a lentidão do processo. “Transição não existe. Estamos fazendo a transição de nossa parte. Me parece mais procrastinação de tempo do que propriamente uma vontade de fazer transição”, disse o novo prefeito.

Ao contrário de Carlos Antonio, que em entrevista a uma rádio local disse que preferia não chamar seu adversário de mentiroso por respeito, Léo foi mais direto ao responder às declarações do democrata de que a atual gestão está fazendo de tudo para facilitar a transição: “Mentira! Não tivemos ainda nenhum acesso ao atual governo; a transição não está acontecendo. É uma mentira deslavada dele”.

Diante dessas trocas de farpas iniciadas desde a vitória de Léo nas eleições e intensificadas após o envio por parte de Carlos Antonio de um pacote de medidas de leis para serem votadas na Câmara, tudo indica que devemos ter uma solenidade de transição de governo nada amigável em Cajazeiras. É esperar pra ver.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula